Torcedor do Botafogo da Paraíba teve ruptura do coração e hemorragia, diz Itep

Segundo a direção do Órgão, tais fatores foram determinantes para a morte do rapaz.

Da redação,
Reprodução/Redes Sociais

Após exames periciais, o Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep) constatou que o torcedor do Botafogo da Paraíba, Eduardo Feliciano Justino da Silva, de 27 anos, teve ruptura do coração e hemorragia, fatores estes determinantes para a morte dele, na noite do último sábado (10), após dar entrada no Hospital Doutor Percílio Alves, em Ceará-Mirim, na Grande Natal.

De acordo com o diretor do Itep e perito criminal, Marcos Brandão, exames de dosagem alcóolica e toxicólógico ainda são aguardados para que a causa da morte seja apontada. Entretanto, ele afirmou que a morte foi provocada pela ruptura do músculo cardíaco e a hemorragia. Ele acredita que os exames devem ser concluídos em 10 dias e o laudo possa ser emitido.

O torcedor teria sido supostamente espancado por policiais militares durante a realização de um jogo do time paraibano contra o Globo, no estádio Barrettão, em Ceará Mirim. Segundo familiares, o homem foi espancado após pular o muro do estádio. A partida terminou com vitória dos paraibanos por 3 a 0.

Eduardo Feliciano teria chegado à Grande Natal em uma caravana da torcida organizada do time paraibano, no entanto, o rapaz sequer assistiu ao jogo. Após ser agredido, ele ficou gravemente ferido e foi logo encaminhado ao hospital municipal de Ceará-Mirim.

Sobre a ocorrência, a Polícia Militar revelou, por intermédio da assessoria de comunicação, que será instaurado um procedimento administrativo para apurar o caso. E, após a conclusão de investigação interna e apuração também da Polícia Civil, a corporação deve se pronunciar sobre o caso. 

O torcedor do Botafogo da Paraíba é natural de João Pessoa e trabalhava como auxiliar de serralheiro.

Pelas redes sociais, o Botafogo da Paraíba lamentou o falecimento do torcedor. “O Botafogo Futebol Clube vem a público lamentar profundamente a morte do torcedor Eduardo Feliciano Justino da Silva, 27 anos, em Ceará-Mirim, Rio Grande do Norte. O clube foi informado que o torcedor foi acompanhar o Belo no estado vizinho e morreu em um hospital de Ceará-Mirim após ser socorrido pelo Samu até a unidade. O Botafogo se solidariza com amigos e familiares à medida em que cobra esclarecimentos das autoridades sobre a morte do torcedor”, destacou o clube em publicação.

Tags: Barrettão Ceará Mirim Eduardo Feliciano Justino da Silva Itep morte de torcedor
A+ A-