Quadrilha de assaltantes é presa em Ceará-Mirim

Sete pessoas foram presas, acusadas de fazerem parte de uma quadrilha.

Thyago Macedo,
Sete pessoas foram presas nesta quarta-feira (17), em Ceará-Mirim. Elas são acusadas de integrar uma quadrilha que vinha realizando assaltos no litoral do Rio Grande do Norte. Os bandidos trocaram tiros com a polícia e dois homens foram baleados de raspão nas pernas.

Um fato que chama a atenção é que a quadrilha é composta por jovens. Foram presos Bruno Jonata dos Santos, de 18 anos, Marcelo Jones Viana Bastos, também de 18 anos, Marília Torres Pereira Bueno, 20 anos, Márcio Pereira da Silva, 27 anos, e um adolescente de 16 anos. A identidade e idade dos dois assaltantes baleados ainda não foi revelada.

De acordo com Ailson Dantas, delegado de Ceará-Mirim, "eles tentavam realizar um assalto em Muriú, quando foram vistos por um policial que passava pelo local".

Depois disso, esse policial acionou uma equipe da Polícia, que iniciou uma perseguição à quadrilha. Na fuga, os bandidos trocaram tiros com os policiais e chegaram a entrar em um matagal.

"No entanto, eles foram localizados e presos em seguida", afirmou Ailson. Neste momento, a Polícia continua em diligências para localizar o material fruto de outros roubos da quadrilha. Com os presos foi encontrada apenas uma arma.

A prisão ocorreu por volta do meio-dia. Nesta tarde, algumas vítimas de assaltos no litoral norte do Estado foram até a delegacia, para fazer o reconhecimento dos acusados. Segundo informações do delegado, todos os acusados já tem passagem pela polícia, alguns por assalto e  outros por porte ilegal de armas.

Atualizado às 16h 30.
A+ A-