Preso policial suspeito de matar técnica de enfermagem do Samu em Natal

Sargento apresentou-se à DHPP na manhã de hoje e teve mandado de prisão temporária cumprido no local.

Da redação,
Reprodução/Redes Sociais

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio do Núcleo de Feminicídio, deram cumprimento, na tarde desta quarta-feira (13), a um mandado de prisão temporária em desfavor do do sargento da Polícia Militar Luiz Galdino da Silva, de 59 anos. Ele é suspeito de ser o autor do crime que vitimou Dayana Deyse Oliveira de Lima, 29 anos, sua ex-companheira.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (11), quando a vítima foi atingida por disparos em frente à residência da mãe, no conjunto Parque das Dunas, na zona norte da capital. Na ocasião, um homem chegou em um Fiat Siena e efetuou vários disparos contra Dayana de Lima.

Luiz Galdino se apresentou à DHPP na manhã desta quarta-feira. Contra ele já havia um mandado de prisão temporária, que foi cumprido no local. De acordo com as investigações, o homem não aceitava o fim do relacionamento. Dayana Silva estava com medida protetiva expedida pela Justiça contra o ex-companheiro, desde o mês de março deste ano.

O policial militar era lotado no 1º Batalhão da PM, em Natal, e estava sob licença especial. Ele foi ouvido pela delegada que conduz a investigação, Jamille Alvarenga, e negou a autoria do crime. O sargento da PM ficará custodiado no Quartel do Comando Geral, no bairro Tirol, na zona lLeste de Natal.

Uma testemunha disse ter visto o sargento da PM deixar o local do crime logo após os disparos que vitimou Dayana Deyse. A técnica em enfermagem trabalhava no Samu e foi enterrada na manhã de hoje, no Cemitério Parque de Nova Descoberta. Ela deixou dois filhos pequenos.

Tags: Dayana Deyse Oliveira de Lima Luiz Galdino da Silva prisão de PM suspeito de feminicídio
A+ A-