Preso integrante do PCC suspeito de participar da morte de agente penitenciário

Homem teria adquirido um imóvel próximo ao Presídio Federal de Mossoró para planejar a ação.

Da redação, PF,
Divulgação/PF
Prisão foi realizada pelo Grupo Especial de Rastreamento e Capturas da Diretoria Executiva da Polícia Federal em Brasília.

A Polícia Federal prendeu nessa segunda-feira (17), em Sumaré, no interior de São Paulo, um homem de 40 anos, natural de Andradina  (SP), integrante do PCC, que havia sido indiciado pela PF em Mossoró, região Oeste potiguar, como participante no homicídio do agente federal de Execuções Penais, Henri Charle Gama e Silva, ocorrido no dia 12 de abril de 2017. 

A prisão foi realizada pelo Grupo Especial de Rastreamento e Capturas da Diretoria Executiva da Polícia Federal em Brasília, tendo o mandado de prisão preventiva sido expedido pela 8ª Vara da Justiça Federal em Mossoró.

A investigação demonstrou que o acusado teria adquirido um imóvel próximo ao Presídio Federal de Mossoró no intuito de efetuar levantamentos que auxiliassem os planos de execução daquele agente federal.

Por ocasião da sua detenção, o suspeito foi também autuado em flagrante por ter apresentado documentos falsos de identificação aos policiais no momento em que foi abordado.

O preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Campinas, em São Paulo, onde ficará à disposição da Justiça.

Tags: integrante do PCC morte de agente federal PF prisão
A+ A-