Polícia prende mais um integrante de quadrilha comandada por “Big”

“Miel” disse que em troca da participação em assalto, ele recebeu 1.500 reais, 16 camisetas e três perfumes franceses fruto do roubo.

Thyago Macedo,
Thyago Macedo
"Miel" confirmou participação em assalto.
Os policiais do 12º Distrito Policial, que desbarataram uma quadrilha que vitimou um empresário natalense, quando este chegava a sua chácara em Parnamirim, prenderam mais um integrante do bando. Emannuel Freire da Silva, 25 anos, o “Miel” foi preso nesta quarta-feira (10) e confessou participação no crime.

Além disso, ele apontou Ricardo Bruno Pinto Cabral, o “Big”, 26, como líder da quadrilha e mentor do assalto contra o empresário, que é irmão de Bruno. “Miel” disse à reportagem que em troca da participação no crime, ele recebeu 1.500 reais, 16 camisetas e três perfumes franceses fruto do roubo (material encontrado com ele), e mais um revólver usado no assalto, que ele afirma ter vendido por 400 reais.

Segundo a vítima, “Miel” foi o responsável pelos atos de violência contra ele. O empresário contou que o acusado desferiu coronhadas que abriram um corte na cabeça dele. Depois de preso, Emannuel confirmou a versão de que “Big”, que ficou do lado de fora da casa para auxiliar na fuga, teria mandado matar o próprio irmão.


No entanto, os assaltante que entraram na casa não cumpriram a ordem, pois a vítima disse que tinha uma filha de cinco anos e a mesma se encontrava no local, segundo “Miel”.

Agora, os agentes do 12° DP continuam a procura de “Big”. Nesta quarta-feira, Emannuel ia ser levado para a delegacia, onde já se encontra o outro preso Rodrigo Soares Gomes, o “Paulista”, 21. De acordo com a polícia, “Miel” será autuado por formação de quadrilha e por participação no assalto.
A+ A-