Polícia prende líder de quadrilha acusado de mandar matar irmão

“Big” é acusado de comandar um assalto à chácara do próprio irmão e de ter ordenado a morte dele. Ele foi preso na Paraíba por mandado de prisão.

Redação,
Reprodução/Thyago Macedo
"Big" também é acusado de porte ilegal de arma e falsificação de documentos.
O desempregado Ricardo Bruno Pinto Cabral, conhecido como “Big”, de 26 anos, foi preso em Campina Grande, Paraíba, na madrugada des ta quarta-feira (17). Ele é apontado pela polícia como sendo líder de uma quadrilha e mentor de um crime que teve como vítima o próprio irmão. O acusado estava foragido e foi preso por mandado de prisão cumprido por policiais do 12º Distrito Policial, em parceria com a Defur.

No dia 21 de setembro, o irmão de “Big” - que é empresário e não quis ter sua identidade revelada -, chegava na chácara dele, em Passagem de Areia, Parnamirim, quando foi abordado pelos assaltantes. Na ocasião, três homens armados renderam o empresário, um sócio, dois funcionários e uma criança de apenas cinco anos.

Segundo as investigações da polícia, Bruno teria ficado do lado de fora da casa dando cobertura e para auxiliar na fuga. No entanto, antes dele os policiais conseguiram prender outros dois acusados, que revelaram que Big era o mentor do crime e tinha, inclusive, ordenado que o irmão fosse morto.

Neste momento, Ricardo Bruno está sendo levado para o 12° DP, no Santarém, onde a polícia pretende fazer uma acareação entre ele o Rodrigo Soares Gomes, o “Paulista”, 21, preso há duas semanas, acusado de participar do assalto.
A+ A-