Polícia Civil deflagra 4ª Fase da Operação Espectros e prende três pessoas

Suspeitos possuíam mandados de prisão em aberto e agiam como “fantasmas” na sociedade.

Da redação, Polícia Civil,
Polícia Civil
Suspeitos possuíam mandados de prisão em aberto e agiam como “fantasmas”; objetivo era não chamar a atenção da polícia.

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deram continuidade à 4ª Fase da Operação “Espectros”, nesta segunda-feira (2). Durante a ação, foram presos Ronaldo Alexandre de Oliveira,  38 anos, Luiz Cláudio de Oliveira, 55 anos, e Fernando Luiz Ferreira, 35 anos.

Ronaldo Alexandre foi preso em cumprimento a um mandado de prisão decorrente de sentença condenatória pela prática de estupro de vulnerável contra uma adolescente de 13 anos. O crime ocorreu no ano de 2010, no município de Bom Jesus. Ele foi condenado pela Justiça a uma pena de 9 anos e 4 meses de prisão.

Luiz Cláudio foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva pela suspeita de tentativa de estupro e ameaça, no município de Macaíba. Os crimes teriam acontecido em 2018 e o suspeito estava foragido da Justiça desde então.

Fernando Luiz foi preso em cumprimento a um mandado de prisão por sentença condenatória pela prática do crime de estupro, ocorrido no ano de 2006. Ele foi condenado pela Justiça a uma pena de 4 anos e 11 meses.  

O nome da operação, “Espectros”, faz alusão ao modo de vida adotado pelos suspeitos, que possuíam mandados de prisão em aberto e agiam como “fantasmas” na sociedade. O objetivo era não chamar a atenção da polícia, diante da existência das ordens de prisão em desfavor deles.

Tags: Operação Espectros Polícia Civil
A+ A-