'Pedro Inácio é o principal suspeito', diz delegado sobre morte de universitária

Policial militar foi preso em Currais Novos, cidade onde trabalha, e deve ficar sob custódia da PM.

Da redação, PC,
Reprodução/Redes Sociais
Policial militar Pedro Inácio foi preso acusado de assassinar a estudante universitária Zaira Cruz, no último dia 2 de março, em Caicó.

Uma investigação realizada pela Delegacia Municipal de Caicó resultou na prisão, nesta sexta-feira (15), do policial militar Pedro Inácio Araújo de Maria, de 36 anos, suspeito de ser o autor do homicídio praticado contra a estudante Zaira Dantas Cruz, de 22 anos, no dia 2 de março deste ano, durante o carnaval realizado na cidade de Caicó.

Pedro Inácio foi preso mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara de Caicó, quando estava na cidade de Currais Novos, cidade onde trabalha. A prisão do suspeito foi acompanhada por um oficial da Polícia Militar e contou com apoio de policiais civis da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

O delegado regional da 3ª DRPC de Caicó, Ricardo Brito asseverou que o laudo elaborado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) foi uma peça essencial para o avançar das investigações, pois, logo após a morte da vítima, pairavam dúvidas se esta teria sido decorrente de causas naturais.

“Todas as investigações da nossa equipe revelam que Pedro Inácio é o principal suspeito pela morte de  Zaira Dantas.  A jovem, que foi encontrada morta no banco do veículo, veio a óbito após ter sofrido asfixia mecânica, através de estrangulamento, que teria sido praticado pelo suspeito”, acrescentando: “no que diz respeito à motivação do crime, nós preferimos manter sigilo, porém adiantamos que a vítima e o suspeito mantinham um relacionamento amoroso não formal há alguns meses”, detalhou o delegado municipal de Caicó, Leonardo Germano, responsável pela investigação. Ainda segundo o delegado, a estudante provavelmente foi morta dentro do veículo.

Pedro Inácio Araújo de Maria será custodiado pela Polícia Militar e permanecerá à disposição da Justiça.

Tags: Caso Zaira Polícia Civil
A+ A-