Pedreiro é preso após tentativa de homicídio em igreja de Parnamirim

"Carlinhos cego" se disse humilhado e está preso no 1º DP daquela cidade.

David Freire,
O pedreiro José Carlos dos Santos, o "Carlinhos cego", 29, foi preso após uma tentativa de homicídio cometida na sexta-feira (12) contra Elias Pereira de Lima, 57, dentro da igreja Vitória Cristã, em Parnamirim.

O delegado Graciliano Lordão, titular do 1º Distrito Policial de Parnamirim, disse que o acusado usou uma faca e foi até a igreja onde a vítima estava abrindo as portas para realização de um culto religioso. "Acredito que ele já vinha tramando isso", comentou.

Ao chegar no prédio da igreja, "Carlinhos cego" surpreendeu Elias tentando acertá-lo com a faca. "A vítima pegou uma cadeira para se defender e escapar dos golpes do acusado", disse.

Segundo Lordão, algumas crianças presenciaram a briga entre os dois homens e ficaram bastante assustadas. "Quem impediu o acusado de acertar as facadas foi o pastor Clodoaldo, que tentou tirar a faca das mãos de 'Carlinhos' enquanto Elias saiu correndo da igreja", contou. A vítima ainda foi atingida no braço e nas costas pelo acusado, mas está fora de perigo.

Ao sair da igreja, Elias foi até seu carro sendo perseguido por "Carlinhos cego", que ao ouvir um som parecido com sirene da polícia o acusado desistiu da perseguição. Em depoimento, segundo o delegado, a vítima disse que conhece "Carlinhos cego" há dois meses e que já vinha sendo ameaçado por ele.

Na delegacia, o acusado confessou ao delegado Graciliano Lordão que tentou matar Elias "em razão da humilhação que entendeu ter passado". "Ele veio com uma história que ouvia umas vozes", comentou.

"Carlinhos cego" foi autuado por tentativa de homicídio. Contudo, o delegado informou que ele já responde três processos por furto. "Além disso, já esteve detido no presídio provisório e na delegacia de Macaíba por envolvimento com drogas", revelou. O acusado está detido no 1º DP de Parnamirim.
A+ A-