Mulher grávida e filha de 4 anos são assassinadas a tiros em Nísia Floresta

Alvo dos criminosos, pai da criança também foi baleado no ataque ocorrido na madrugada do domingo.

Da redação,
Reprodução / Internet
Mayara Maria da Silva e Lara Emmily foram assassinadas em Nísia Floresta durante atentado contra o patriarca da família neste domingo.
Uma mulher grávida de quatro meses e sua filha de 4 anos de idade foram assassinadas a tiros na madrugada deste domingo (2), na zona rural de Nísia Floresta, na Grande Natal. Segundo a polícia, o alvo dos bandidos era o pai da criança – que estava com elas no momento do crime. Ele também ficou ferido e foi socorrido com vida ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

A polícia revelou ainda que a família tinha saído de uma festa e estava em um bicicleta – seguindo pela via – quando um carro parou ao lado e os criminosos começaram a atirar contra eles.

As vítimas fatais foram identificadas como Mayara Maria da Silva, de 20 anos e Lara Emmily, de apenas 4. Ainda de acordo com os policiais, o pai da criança e marido de Mayara era envolvido com crimes e por isso teria sido alvo dos bandidos.

A Polícia Civil revelou ainda que os bandidos foram matar o homem, mas como ‘queima de arquivo’, também balearam a mulher e a criança, que não resistiram aos ferimentos e faleceram.

Ainda não se sabe sobre a motivação específica do crime, assim como também não há informações sobre o estado de saúde do homem que ficou ferido. Os criminosos seguem foragidos.

Casa de suspeito do crime é incendiada

A casa de um homem suspeito de ter participado do assassinato da mulher grávida e da criança de 4 anos, foi incendiada na noite deste domingo (2). As chamas tiveram início no momento em que os corpos de Mayara Maria da Silva, de 20 anos e a filha, Lara Emmilly, estavam sendo sepultadas. No momento do incêndio não havia ninguém na residência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou uma equipe para realizar o trabalho de controle das chamas.

Tags: Polícia
A+ A-