Guarda Municipal apreende 117 aves silvestres em feira na zona norte

Ação foi considerada o maior resgate de animais silvestres realizado neste ano em Natal.

Da redação, Prefeitura do Natal,
Cedida/Prefeitura do Natal

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental (GAAM) da Guarda Municipal do Natal resgataram no último sábado (4), 117 aves silvestres que estavam sendo comercializadas ilegalmente na feira livre do conjunto Santa Catarina, na zona norte. A ação realizada pelos guardas municipais responde pelo maior resgate de animais silvestres já realizado neste ano numa feira livre de Natal.

Na ocasião, os guardas municipais conseguiram deter dois suspeitos responsabilizados pela prática de comércio ilegal de animais silvestres. Ambos vão responder por crime ambiental e se condenados podem pagar multar e detenção de seis meses a um ano. “O tráfico de animais silvestres é o terceiro maior comércio ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de armas e drogas, todos os anos são retirados das matas milhares de animais para movimentar esse mercado, por isso é tão importante combater esse tipo de crime”, explicou a coordenadora do GAAM, Francineide Maria.

No total dos pássaros resgatados, os guardas municipais identificaram 15 espécies diferentes da fauna brasileira. Entre elas, algumas ameaçadas de extinção a exemplo do Periquito-da-Caatinga, Anumará e o Verdelim. Nessa situação, a multa por ave encontrada em poder dos traficantes é de R$ 5 mil.

De acordo com guarnição da GMN, alguns pássaros estavam em situação crítica de maus tratos, presos em pequenas caixas conhecidas popularmente como viajantes e em gaiolas. Todo o material que servia para confinamento das aves foi apreendido pelos guardas municipais e vai ser destruído.

Os pássaros foram identificados e conduzidos para soltura em uma reserva ambiental. Já aqueles que necessitavam de cuidados veterinários ou que não pertencem ao bioma da mata atlântica foram levados a um centro de reabilitação credenciado pelo Ibama. Os suspeitos de crime ambiental tiveram suas identidades registradas na Secretaria Municipal de Meio Ambiental e Urbanismo (Semurb) e vão responde pelo crime.

O tráfico e o comércio ilegal de aves silvestres é crime previsto na Lei Federal 9.605/98 e o cidadão pode denunciar esse tipo de delito nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Tags: Guarda Municipal Meio Ambiente Polícia
A+ A-