Delegado pede prisão preventiva de suspeito de assassinato em Goianinha

Corpo da vítima, uma menina de 15 anos, foi encontrado quarta-feira com sinais de violência sexual.

Itaércio Porpino,
O delegado de Goianinha, Petrus Antônio Ferreira, pediu nesta sexta-feira (25), a prisão preventiva do suspeito de matar a adolescente Rita de Cássia Teodósio dos Santos, 15, cujo corpo foi encontrado na tarde de quarta-feira (23) com sinais de violência sexual, próximo a Pitombeira, distrito de Goianinha.

Segundo Petrus, o suspeito é um homem com passagem pela polícia por furto e estupro seguido de morte. Uma calcinha da adolescente encontrada no bolso da calça do suspeito aumenta as desconfianças da polícia.

“Não o prendemos antes porque ele só foi encontrado depois de passadas mais de 24 horas do crime, o que livra o flagrante, mas agora estou pedindo sua prisão preventiva”, disse o delegado.

Rita de Cássia desapareceu no sábado (19) e foi encontrada quatro dias depois, próximo a um canavial entre os distritos de Itapeburu e Pitombeiras. Ela estava apenas de blusa, tinha um braço quebrado e apresentava hematomas na cabeça e sinais de que foi enforcada.

No dia em que desapareceu, Rita deixou o filho de 1 ano e três meses para uma irmã tomar conta, dizendo que ia a uma festa em Itapeburu.
A+ A-