Governo do RN defende inclusão dos Estados na reforma da Previdência

Criticada pelo partido da governadora Fátima Bezerra, proposta já é admitida pelo Executivo estadual.

Rafael Araújo,
Twitter/Fátima Bezerra
Apesar das críticas e da posição contrária do PT à reforma da Previdência, governo Fátima quer inclusão dos Estados na PEC.

O Governo do Rio Grande do Norte já defende a inclusão dos Estados e Municípios no Projeto de Emenda à Constituição 06/2019 que altera as regras da Previdência Social. Criticada inicialmente pela governadora Fátima Bezerra (PT) e pelos correligionários de partido – que inclusive votaram contra a matéria – a proposta do governo federal tem agradado o executivo estadual.

Em pronunciamento após o encontro do Fórum Nacional dos Governadores, o vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), que esteve representando a governadora, disse em vídeo publicado em suas redes sociais nesta quarta-feira (6), que os Estados e Municípios têm que ser incluídos na PEC da Previdência.

“O tema foi o primeiro a ser abordado no fórum e o que durou mais tempo em debate. Os governadores estão convencidos, e também é posição da governadora Fátima Bezerra que a reforma tem que ser nacional”, revelou Antenor Roberto.

No Rio Grande do Norte, a única representante petista na Câmara dos Deputados, Natália Bonavides, votou contra a reforma da Previdência nos dois turnos de votação. Companheira de partido da governadora Fátima Bezerra, Natália Bonavides disse no dia 15 de julho, em entrevista ao portal Nominuto.com, que o a PEC 06/2019 iria empobrecer a população.

Para Bonavides, a proposta do governo federal de reforma da Previdência tem impacto direto na vida dos mais pobres. “O maior impacto é pra quem ganha menos, até 3 salários mínimos. Vai dificultar ainda mais pra quem está com dificuldade de conseguir empregos formais – e também pra quem está em busca de emprego. Além disso, as regras que estão ai propostas vai fazer com que boa parte da população não consiga se aposentar”, lamentou a deputada.

A governadora Fátima Bezerra, no entanto, disse em entrevista ao jornal 96 no último dia 28 de janeiro, que defende a PEC da Previdência, mas com ressalvas. Na época, ela também já destacava a inclusão de Estados e Municípios no texto.

“É um debate que tem que ser feito a nível nacional. O nosso partido vai atuar de forma vigilante em relação à reforma. Nós defendemos a necessidade dela, mas desde que a proposta não venha penalizar os trabalhadores e os mais pobres. E, também não da pra estabelecer uma regra única sem olhar a peculiaridade de cada profissão”, argumentou a chefe do Executivo estadual.

Tags: Antenor Roberto Fátima Bezerra Governo do RN Poder Política
A+ A-