Morre Maurílio Pinto de Medeiros, o "Xerife" da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

Delegado aposentado teve complicações por causa do diabetes. Sepultamento será neste domingo em Emaús.

Da redação,
Canindé Soares
Delegado aposentado Maurílio Pinto marcou época na Polícia Civil entre as décadas de 70 e 90, período em que chefiou a instituição por 21 anos.

O delegado aposentado Maurílio Pinto de Medeiros morreu neste sábado (19) por complicações do diabetes. Ele estava internado na Casa de Saúde São Lucas, em Natal, após a piora do seu estado de saúde nos últimos dois meses.

Maurílio Pinto marcou época na Polícia Civil entre as décadas de 70 e 90, período em que chefiou a instituição por 21 anos.

Ao todo, foram 47 anos de dedicação à Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Era filho de Coronel Bento Manoel de Medeiros, outro chefe da polícia no século passado.

maurilio_xerife_770

Maurílio Pinto era chamado de “Xerife” por ter resolvido uma série de casos da polícia do Rio Grande do Norte. Se notabilizou por ser implacável com os bandidos.

Sepultamento

O velório de Maurílio Pinto está marcado para começar às 6h deste domingo (20) no Centro de Velório da Rua São José, missa será às 15h, e o sepultamento às 17h no cemitério Morada da Paz, em Emaús.

Nota de pesar

Os representantes da Polícia Civil no Rio Grande do Norte divulgaram nota de pesar em memória do delegado Maurílio Pinto. Segue:

Natal (RN), 20 de maio de 2018

Falecimento do delegado aposentado Maurílio Pinto

É com imenso pesar e tristeza que a Polícia Civil do Rio Grande do Norte despede-se do delegado aposentando Maurílio Pinto de Medeiros. O “Xerife”, como era conhecido dentro do meio policial, dedicou 46 anos de sua vida em prol da Polícia Civil, mas não resistiu às complicações do seu quadro de saúde e faleceu na noite deste sábado (19). Lutou bravamente pela vida, durante vários dias em que passou internado, como era de seu perfil. 

Agora, só resta a nós, que fazemos parte da Polícia Civil, honrar a sua memória e seguir os seus grandes ensinamentos de honradez e de determinação na luta contra o crime.  Enviamos para toda à família do delegado Maurílio Pinto, nossos sentimentos de força, de carinho e de gratidão e que eles tenham a certeza que o trabalho do “Xerife”, jamais será esquecido, ao contrário será dignificado e divulgado para os que já fazem e aos que farão parte da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Tags: Maurílio Pinto de Medeiros Morte
A+ A-