Morre herdeiro da OAS que passou mal em audiência da Lava Jato

César Mata Pires Filho passou mal na hora do almoço e não resistiu; empresário havia infartado durante interrogatório no dia 8 de julho.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Alice Lima

O herdeiro da construtora OAS, César Mata Pires Filho, de 40 anos, morreu nesta quinta-feira (25). Segundo seu advogado Aloisio Medeiros, o empresário passou mal na hora do almoço e não resistiu.

César Mata Pires Filho havia infartado durante interrogatório ao juiz federal Luiz Antonio Bonat, na 13ª Vara Federal de Curitiba, no dia 8 de julho, em ação penal sobre supostas fraudes e propinas de R$ 67,2 milhões na construção da Torre de Pituba, sede da Petrobrás em Salvador.

Na ocasião, o empresário foi socorrido consciente. Ele foi levado para o Hospital Santa Cruz, na capital paranaense, onde permaneceu internado por 5 dias.

“Apresentou evolução favorável do quadro clínico, recebendo alta hospitalar desta instituição”, registrou o Hospital, em nota, no dia 13 de julho.

O herdeiro completaria 41 anos no dia 27 de setembro. César Mata Pires Filho era neto do ex-governador da Bahia Antônio Carlos Magalhães, pai de sua mãe Teresa.

O pai do empresário, César Mata Pires, morreu no dia 22 de agosto de 2017, vítima de um infarto fulminante. Ele estava caminhando pelo bairro do Pacaembu, na capital paulista, quando sofreu o infarto.

Tags: Lava Jato OAS
A+ A-