Morre em SP aos 92 anos Beatriz Segall

Atriz consagrou a personagem Odete Roitman, na novela "Vale Tudo".

Da redação, Estadão Conteúdo,
Thiago Teixeira
Em uma carreira de mais de 70 anos dedicada aos palcos e à TV, Beatriz Segall viveu Odete Roitman em 1988, na novela "Vale Tudo", da Rede Globo.

A atriz Beatriz Segall morreu nesta quarta-feira (5), aos 92 anos,. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde ela estava internada há algumas semanas, com problemas respiratórios. A causa da morte não foi divulgada.

Em uma carreira de mais de 70 anos dedicada aos palcos e à TV, Beatriz Segall viveu em 1988, na novela "Vale Tudo", da Rede Globo, o papel que a eternizou na teledramaturgia brasileira, a icônica vilã Odete Roitman.

Beatriz Segall nasceu no Rio de Janeiro, em 25 de julho de 1926. Começou a carreira com um curso no Serviço Nacional de Teatro. Na década de 1950 foi estudar teatro e literatura na França. Por lá, conheceu o futuro marido Maurício Segall, filho do pintor Lasar Segall.

De volta ao Brasil, Beatriz se afastou dos palcos, se dedicando à família e aos três filhos por cerca de 10 anos. Em 1964, foi convidada pelo diretor José Martinez Corrêa para substituir a atriz Henriette Morineau em uma peça do Teatro Oficina. Aceitou e retomou a carreira artística.

Na Globo, seus últimos trabalhos foram na novela “Lado a lado”, em 2012, na qual interpretou uma rica senhora francesa, Madame Besançon. Em 2015, esteve no seriado “Os experientes”, que abordava a vida na terceira idade

O velório da atriz será realizado na própria instituição a partir das 19 horas, até por volta do meio-dia da quinta-feira (6). Em seguida, no mesmo dia, o corpo dela deve ser cremado em Cotia, na Grande São Paulo.

Tags: Beatriz Segall morte
A+ A-