Morre aos 88 anos o ex-diretor da TV Globo Maurício Sherman

Produtor foi um dos criadores do Fantástico e dirigiu diversos programas de humor, como Os Trapalhões.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Márcio de Souza/Memória Globo
Maurício Sherman tinha 88 anos e foi um dos pioneiros da televisão no Brasil, trabalhando como ator, produtor e diretor.

O ator, produtor e diretor Maurício Sherman morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 88 anos. A rede Globo confirmou a notícia em seu perfil oficial no Facebook. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Sherman foi um dos criadores do programa Fantástico e dirigiu diversos programas de humor, como Os Trapalhões, Zorra Total e os de Chico Anysio. Também teve trabalhos importantes no teatro, com peças como  A Pequena Notável (1972) e Evita (1983). 

De acordo com o Memória Globo, a história de Sherman com a emissora começou em 1965. Seu primeiro trabalho foi a direção do programa Espetáculo Tonelux, musical gravado ao vivo e com a presença de cantores da Jovem Guarda. No ano seguinte, dirigiu os programas humorísticos Riso Sinal Aberto e Bairro Feliz

Em 1968, Sherman foi para a TV Excelsior e, posteriormente, convidado a comandar uma equipe de criação na TV Tupi, onde ficou até 1972. Foi quando voltou à Globo para dirigir o programa de humor Faça Humor, Não Faça Guerra.

Em 1973, Sherman ajudou a criar o Fantástico, programa que dirigiu por três anos. Em 1977, voltou à TV Tupi e, 4 anos depois, retornou à Globo e dirigiu Chico Anysio Show e Os Trapalhões. Em 1988, Sherman se tornou diretor executivo da Central Globo de Produção e, entre 1989 e 1991, dirigiu Os Trapalhões

Fazem parte do seu currículo, ainda, as vinhetas de fim de ano da Globo, Video Show, Domingão do Faustão e Zorra Total, um de seus últimos programas para a TV.

Tags: Obituário
A+ A-