‘Todo cadáver que chega no Itep precisa ser identificado’, diz Marcos Brandão

Diretor do Instituto fala sobre os avanços da ciência forense no Diálogos - Podcasts Nominuto.

Da redação,
Sesed/Assecom
Diretor do Itep, Marcos Brandão, foi um dos entrevistados desta sexta-feira para o programa "Diálogos - Podcasts Nominuto".

O diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, é um dos entrevistados no “Diálogos - Podcasts Nominuto” desta sexta-feira (16). No programa, o destaque para o avanço na ciência forense, que muito tem contribuído não apenas na identificação de corpos, como também na elucidação de crimes.

Muitas vezes os cadáveres localizados já estão em um elevado estado de putrefação, impossibilitando a identificação imediata do corpo. Então é necessário a realização de um trabalho importante pelo Itep. “Todo cadáver que chega aqui no Itep precisa ser identificado. Aqui a gente utiliza três técnicas. As técnicas subsequentes só irão ser utilizadas se as outras falharem”, comenta Brandão. Os procedimentos envolvidos são de maneira gradativa: a papiloscopia, que é a partir das impressões digitais que estão nos dedos das pessoas; a análise da arcada dentária, que necessita de um histórico odontológico da vítima; e o exame de DNA, que precisa de uma amostra comparativa de familiares.

ARTE-H

Disponível nas plataformas Spotify, iTunes, Anchor e SoundCloud, o episódio de hoje também traz os jornalistas Diógenes Dantas e Vanessa Camilo em uma conversa com a perita médica-legista e arqueóloga do Itep, Elaine Cunha. A profissional fala sobre o trabalho de da Arqueologia Forense, que vem sendo desenvolvido com cadáveres em estado de decomposição, mas que também pode ser aplicado em catástrofes ou mortes em extermínio.

“Quando o arqueólogo chega no campo, ele faz uma prospecção e uma extratificação do solo, possibilitando uma maior coleta de evidências e uma cronologia dos eventos, o que é muito importante”, explica Cunha.


Ouça o programa na íntegra!


Perdeu algum episódio? “Diálogos - Podcasts Nominuto” traz a apresentação do jornalista Diógenes Dantas e locução de Vanessa Camilo. O programa vai ao ar todas as sextas-feiras, totalmente gratuito. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Diálogos - Podcasts Nominuto”) no campo de busca das plataformas Spotify, iTunes e SoundCloud

Tags: Diálogos - Podcasts Nominuto
A+ A-