Gustavo Nogueira defende mudança na Previdência para equilíbrio de contas

Secretário de Planejamento disse que estados podem se tornar uma nova “Grécia”.

Flávio Oliveira,
Reprodução
Secretário estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, disse que legislação "superprotege" e "supervaloriza" os servidores públicos do Brasil
O secretário estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, defendeu na tarde desta terça-feira (12) a necessidade de mudanças na legislação previdenciária para que ocorra um equilíbrio nas contas públicas. A fala do titular da Seplan aconteceu durante a realização do segundo programa da Sabatina Nominuto, que teve transmissão ao vivo pelas redes sociais.

“Não há como postergar. Esse país não suporta, ele será insolvente. O Brasil, estados e municípios, enfrentar a Previdência, corrigir isso é fundamental. Então, só entendo um equilíbrio de longo prazo enfrentando fortemente a Previdência, porque senão não tem saída. Vai ser uma Grécia, vai ser uma Argentina, rever direitos, reduzir salários. Isso lá na frente, daqui a 10, 7 ou 8 anos. Porque não é só o Rio Grande do Norte. São todos os estados brasileiros que estão nessa situação”, argumentou Nogueira.

O secretário falou ainda da dificuldade que o Estado tem para enxugar a folha salarial de servidores. “Nós temos uma legislação em torno do servidor público nacional, seja ele federal, estadual ou municipal, que surperprotege e supervaloriza se comparados com a iniciativa privada. Eu sou servidor público, eu posso dizer isso. Essas análises têm que ser comparadas”, disse.

“Espero que esse país possa fazer grandes revisões, inclusive constitucionais. Quem sabe a gente não possa ter no futuro uma constituinte exclusiva para rever todos os direitos e deveres da população”, afirmou o secretário.

Confira na íntegra a Sabatina Nominuto com Gustavo Nogueira:


Tags: Gustavo Nogueira Sabatina Nominuto Seplan
A+ A-