Primeiro Eco Praça de 2015 fará homenagem às mulheres

Evento ocorrerá na Praça Cívica, e debaterá vários temas do universo feminino.

Da redação,
FD/Cidades
Eco Praça marca o Dia Internacional da Mulher e mostra a importância de discussão do universo feminino.

A ideia de tornar o Eco Praça um projeto itinerante será posta em prática na primeira edição do evento em 2015, que acontece amanhã (8), na Praça Cívica, em Petrópolis, com uma reverência ao Dia Internacional da Mulher e o tema “Sagrado Feminino”.

A programação desta edição está repleta de temáticas pertinentes ao universo feminino e também de atrações que representam a força e beleza de todas as mulheres. A festa começa, a partir das 8h, com um café de manhã e um passeio ciclístico promovido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL) e a Associação dos Ciclistas do RN (Acirn). Em seguida, acontece uma mesa redonda coordenada pela Federação de Mulheres Estaduais com o tema "A importância de discutir o universo feminino".

Às 9h, um momento de equilíbrio e saúde com a yoga do professor Marcelo Kramer e a musicalização infantil com o projeto “Casulo” - Oficina de Arte Terapêutica para o Despertar Musical. A criançada continua se divertindo, às 10h, com a contação de história "O Segredo de Rapunzel" da Doutora em Educação e arte/educadora, Evanir Pinheiro. Nesse mesmo horário a facilitadora Denise Salgado apresenta as Danças Circulares Sagradas: O Poder do Feminino.

Ao meio-dia acontece a abertura para o público das exposições: “Vazo” de Gabriela Barbalho, que discursa sobre a relação humana com sua própria natureza e seu corpo, tendo como foco a mulher; e “Territó-rios” de Catarina Santos, um registro fotográfico do cotidiano e do contexto sócio-político de cinco anos de resistência da ocupação na comunidade Alto Santa Terezinha, em Recife/PE. No mesmo horário, DJ Caxangá abre o Palco Cultural com seu som contagiante.

À tarde começa com duas atrações:o grupo Coco de Rosa, que apresentará seu trabalho autoral e músicas de domínio popular de nomes consagrados do coco como Mestre Severino, Mestre Geraldo (Coco de Zambê) e Selma do Coco, e a Cia Fazendo Artes, que mostrará a beleza, alegria e sensualidade das danças ciganas. Às 15h, é a vez de Karol Posadzki discotecar com uma playlist que homenageará ícones femininos da música nacional e internacional. Momento também para participar das vivências. A ABRAPSO - Associação Brasileira de Psicologia Social – em parceria com o grupo Tirésias/UFRN, Coletivo Leila Diniz e outros importantes grupos sociais, se unem para discutir o tema “A Mulher e a Cidade". Dando continuidade ao dia especial da mulher, a Associação de DOULAS Potiguares e a Casa AHO abordarão "O Empoderamento Feminino na Gravidez".

eco_praca_mulher_770

A Tropa Trupe chega, às 16h, com um trio de palhaços, um tanto avoados, Fino, Sula e Piruá e seus melhores números no espetáculo dinâmico e divertido - Combo. Às 16h45 tem “Híbrida” com o ator Sandro Souza Silva, uma performance poética que leva o público a refletir as relações de gênero. Representando o Sagrado Feminino, a Cia Shaman Tribal, apresenta sua Tribal Fusion, uma composição de movimentos de danças orientais, contemporâneas, urbanas e ritmos tradicionais brasileiros.  A apresentação acontece junto com o pôr-do-sol. Em seguida Luísa Guedes mostrar toda a sua performance no Tecido Acrobático.

Esse será o primeiro Eco Praça com programação estendida com shows especiais que se iniciam às 18h e seguem até às 22h. Abrindo a noite o evento recebe a atração nacional Tatiana Cobbett e Marcoliva, com o projeto Sonora Parceria, conhecidos pela sua forte atitude cênica e pegada poética. Às 18h45 a dupla de MC’s [email protected] e Jujux apresentam o Caboclas MC’s, grupo de RAP nordestino que vem se destacando na cena potiguar.Luísa e os Alquimistas sobem ao palco às 19h30, com um set recheado de pedradas jamaicanas e músicas autorais. E encerrando o evento em grande estilo, a banda Rosa de Pedra apresenta a fusão da sonoridade dos cantos e ritmos da cultura popular com o contemporâneo-urbano do rock, dubs, drumn’bass e outros.

Ainda às 19h numa parceria entre o Eco Praça e o Eco Cine será exibido,em sintonia com a temática “O Sagrado Feminino”, o filme “Tão Longe é Aqui” da jornalista e videomaker Eliza Capai. O documentário é o resultado de sua viagem como correspondente do Canal GNT por sete países africanos dialogando com mulheres de diferentes culturas. A exibição do filme em Natal integra as ações do lançamento simultâneo do documentário na web que já tem exibições confirmadas também no domingo em Foz do Iguaçu, Piracicaba, São Paulo, Franca, Vitória, Cachoeira, Canoas, Ubatuba e São Luís.

Ainda no decorrer do dia, outras atividades estão programadas para acontecer, simultaneamente, em diferentes pontos da praça como: as oficinas de Slackline e Artes Circenses, a intervenção artística com Civone Medeiros e seu varal de patches-poéticos na exposição maisAMORporAMOR, Isis de Castro e sua exposição de almofadas poéticas “Tempo de Escolhas”, além da participação da Marcha Mundial das Mulheres - Núcleo AMÉLIAS que mostrarão que o 8 de março é um dia para dar visibilidade a todas as formas de opressão impostas as mulheres e sua luta e resistência.

Tags: eco
A+ A-