Previsão de funcionamento do Centro Comercial no Maruim é de 6 meses

Recursos para construção do empreendimento são da ordem de R$ 3,7 milhões.

Da redação, Prefeitura do Natal,

Seis meses. É este o prazo da Prefeitura de Natal para o pleno funcionamento de um Centro Comercial que está em construção na antiga favela do Maruim, na zona Leste. Na manhã desta quinta-feira (16), o prefeito Álvaro Dias, o secretário de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes, Carlson Gomes, e assessores, visitaram o canteiro de obras do empreendimento.

No local, serão construídos 34 boxes e o Centro de Descasque de Camarão, que vai aproveitar a mão de obra dos moradores do Maruim, removidos para o Residencial São Pedro, na Esplanada Silva Jardim, próximo ao futuro Centro Comercial. No total, 181 famílias foram transferidas para o Residencial.

Os recursos para a construção do empreendimento, no valor de R$ 3,7 milhões, são oriundos do Governo Federal, via Ministério das Cidades, com contrapartida da Prefeitura de Natal. “A área estava bastante degradada. A primeira etapa prevê a construção de 34 boxes e a segunda contemplará três grandes lojas de camarão. Além disso, vamos revitalizar a praça do Pôr do Sol, que certamente se transformará em um ponto turístico”, disse o secretário Carlson Gomes.

Por sua vez, o prefeito Álvaro Dias frisou a importância do Centro Comercial para os pequenos empreendedores do Canto do Mangue, que agora terão um local salubre para comercializar os seus produtos: “A obra vai revitalizar a economia da área e garantirá o sustento dos pequenos comerciantes e de suas famílias. Afora isso, o local funcionará como um ponto turístico com a revitalização da praça do Pôr do Sol.

Após visitar as obras, o prefeito Álvaro Dias e comitiva seguiram para o Mercado Público das Rocas para vistoriar as obras do empreendimento. No local, foram recepcionados pelo titular da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), Jonny Costa. O valor da obra do Mercado é de R$ 432.791,54. A verba de custeio é do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, e é oriunda dos valores remanescentes da reforma do mercado e que estavam aplicados na Caixa Econômica Federal.

O Mercado Modelo das Rocas tem 3.715,6 mil m² de área construída e conta com dois andares, 81 boxes, sendo 23 destinados a antigos proprietários, 57 disponibilizados por meio de licitação e um destinado à administração.

Além dos boxes, a estrutura completa abrange um elevador, duas escadas, quatro entradas, quatro banheiros, dois vestiários e um fraldário, todos totalmente adaptados para portadores de deficiência física. O Mercado também tem espaço para caixas eletrônicos, dois balcões de informações, sistema interno de monitoramento eletrônico, zona de Wi-Fi, vigias e auxiliares de limpeza permanentes.

O estacionamento possui 50 vagas, sendo 30 para carros e 20 para motos. O Mercado foi projetado atendendo todas as normas de acessibilidade, incluindo rampas, piso tátil, elevador, banheiros e vagas de estacionamento adaptados para portadores de deficiência física.

Tags: Álvaro Dias Centro Comercial Maruim Prefeitura de Natal
A+ A-