Pesquisa de combustível constata aumento nos preços repassados aos consumidores

Em abril, nas refinarias, houve dois aumentos nos dias 23 e 25, de 2,5% e 3,5% respectivamente.

Da redação, Procon,

Pesquisa realizada no dia 6 de maio de 2019 em 70 postos de Natal nas quatro regiões da cidade pelo Procon Natal encontrou substancial aumento dos combustíveis pesquisados, sobretudo na gasolina que atingiu um percentual de 8,51%. Em abril, nas refinarias, houve dois aumentos nos dias 23 e 25, de 2,5% e 3,5% respectivamente.

A pesquisa constatou que os preços dos combustíveis seguem tendência crescente dos aumentos nas refinarias e são repassados aos consumidores. No mês de maio, 94,3% dos postos pesquisados repassaram o aumento aos consumidores para a gasolina. Para o Etanol, o percentual foi de 82,9% dos postos pesquisados. Já com relação ao Diesel, 47,1% dos postos repassaram aumento. A diferença entre o maior valor do litro de gasolina comum (R$ 4,999) e o menor preço (R$ 4,629) é de R$ 0,37 por litro.

A gasolina comum mais barata está na região Oeste, que apresentou o menor preço médio dentre as quatro regiões pesquisadas com R$ 4,703. A pesquisa encontrou o menor preço (de R$ 4,620) nos bairros de Cidade Nova e Cidade de Esperança. Já o maior preço da gasolina comum foi constatado na região sul, no com o preço de (R$4,999) nos bairros de Ponta Negra e alto da Candelária, e também o maior preço médio de gasolina encontrado pela pesquisa foi na região sul com (R$ 4,967).

O Procon Natal  orienta os consumidores a consultarem na íntegra a pesquisa no endereço eletrônico www.natal.rn.gov.br/procon, e também para que fiquem atentos aos preços, verificando em sua rotina o melhor custo-benefício na hora de abastecer.

Tags: Procon Natal reajuste de combustíveis
A+ A-