Felipe faz a pole, Hamilton larga em quarto

Piloto brasileiro fez bem a primeira parte de sua missão quase impossível.

Redação,
Definitivamente, o "Sobrenatural de Almeida" de Nelson Rodrigues, que costumava habitar as arquibancadas, enfim, tem como lar o estádio Maracanã, terá que se mudar para a pista de Interlagos neste domingo, quando Felipe Massa, com sete pontos atrás do líder do Campeonato Mundial de F-1, Lewis Hamilton, terá que virar o jogo e ganhar o título da temporada. A primeira parte o brasileiro fez, larga na pole, e seu rival estará na segunda fila, em quarto, ao lado de Kimi Räikkönem.

O piloto brasileiro depende de uma combinação que todos os especialistas acham muito pouco provável de resultados no GP Brasil de Fórmula 1 para assegurar o título mundial. Mas as coisas podem ter ficado um pouco mais simples neste sábado, quando o brasileiro da Ferrari assegurou a pole position para a corrida de domingo com o tempo de 1min12s368. 

Na entrevista logo após o fim do treino classificatório, ele disse que as coisas ficaram um pouco melhores. Massa falou ainda da emoção e do prazer de trabalhar na Ferrari, onde é tratado sempre com muito carinho. O povo brasileiro treinou junto com ele, fez a pole com ele, e essa torcida, segundo Massa, é mais uma certeza de que essa diferença pode ser alterada.

A situação ficou ainda melhor para o paulista quando Lewis Hamilton, seu rival pelo título mundial, conseguiu apenas o quarto melhor tempo da sessão. Kimi Räikkönen, da Ferrari, ainda fez sua parte e garantiu a terceira colocação, com um suspreendente Jarno Trulli, da Toyota, largando em segundo lugar.

Nelsinho Piquet e Rubens Barrichello não passaram pela Q2 e ficaram com a 11ª e a 15ª posição, respectivamente. Mais rápido nos treinos livres, Fernando Alonso vai largar em quarto lugar.

O GP Brasil acontece neste domingo, às 15h (horário de Brasília, 14h em Natal), com acompanhamento do Nominuto.com. 

Com informações do UOL Esporte
A+ A-