Trump culpa 'estupidez americana' por péssima relação com a Rússia; Moscou concorda

Presidente dos EUA realiza na Finlândia uma reunião formal com o líder russo, Vladimir Putin.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Heikki Saukkomaa/Lehtikuva
Presidente dos EUA, Donald Trump, manifestou esperança de melhorar sua relação com seu colega russo, Vladimir Putin.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (16), que se dar bem com a Rússia seria “uma coisa boa, não uma coisa ruim”, em comentários iniciais a repórteres antes de sua cúpula com o presidente russo, Vladimir Putin.

O presidente americano manifestou também sua esperança de melhorar sua relação com seu colega russo. "Acho que nós teremos, em última instância, uma relação extraordinária (...)", declarou, já ao lado de Putin.

“Sobretudo, nós temos muitas coisas boas para conversar”, disse Trump, após elogiar a Rússia pela realização da Copa do Mundo. "Vamos discutir sobre tudo, de comércio a Forças Armadas, de mísseis a China."

"(Vamos) falar de falar forma substancial sobre nossa relação e áreas problemáticas do mundo", respondeu Trump.

O Kremlin disse não ter muitas expectativas para a reunião entre Trump e Putin, mas afirmou esperar que a cúpula seja um “primeiro passo” para resolver a crise entre os dois países.

Tuíte

Horas antes do encontro, Trump culpou a “tolice e estupidez dos Estados Unidos” pelo mau relacionamento entre Washington e Moscou.

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia “curtiu” o comentário de Trump no Twitter, no qual o presidente dos EUA criticou a investigação em seu país sobre suposta interferência russa nas eleições americanas, assim como políticas dos governos anteriores de seu país.

“Nosso relacionamento com a Rússia nunca esteve pior graças a muitos anos de tolice e estupidez dos Estados Unidos e, agora, da manipulada caça às bruxas”, escreveu Trump.

Tags: Donald Trump Estados Unidos Mundo Rússia Vladimir Putin
A+ A-