Aquino e Adão são únicos a declararem intenção de candidatura pelo grupo de oposição a Dickson

Nove parlamentares eleitos e reeleitos terão nova reunião nos próximos dias; Júlia Arruda, que não confirmou apoio, será convidada para ingressar no grupo.

Redação,
Elpídio Júnior
Aquino Neto e Adão Eridan na "disputa" para serem candidatos por grupo de oposição.
A articulação para a eleição da Presidência da Câmara Municipal do Natal vai ganhando força com a proximidade do fim desta legislatura. O grupo de oposição ao atual presidente, vereador Dickson Nasser (PSB), já contaria com nove parlamentares, sendo três novatos e seis vereadores reeleitos. Durante reunião, Adão Eridan (PR) e Aquino Neto (PV) confirmaram desejo de disputar a eleição.

No encontro promovido pelo vereador eleito Ney Lopes Júnior (DEM) para discutir sobre a eleição da Mesa Diretora da CMN, nove parlamentares participaram e confirmaram que votarão no candidato do bloco.

Os vereadores que compõem o bloco são Adão Eridan (PR), Aquino Neto (PV), Edivan Martins (PV), Franklin Capistrano (PSB), Hermano Morais (PMDB), Luís Carlos (PMDB), Raniere Barbosa (PRB) e George Câmara (PCdoB), mas Eridan e Aquino foram os únicos que, durante a reunião, declararam abertamente a intenção de disputarem o cargo.

“Fui participar e disse que continuo pré-candidato. Vou tentar viabilizar o meu nome, mas todos os vereadores têm o direito de serem candidatos”, disse Adão Eridan.

Mesmo com os dois parlamentares afirmando a intenção de representarem o bloco, a tendência, segundo parlamentares que estiveram no encontro, é que os vereadores do grupo que não conseguirem viabilizar a candidatura mantenham o apoio ao nome indicado pela maioria.

Outra parlamentar que participará da próxima reunião do grupo será a vereadora eleita Júlia Arruda (PSB). A filha do ex-deputado Leonardo Arruda confirma que já foi sondada pelo grupo e também pelo vereador Dickson Nasser, que disputará a reeleição. No entanto, afirma que ainda não está decidida.

“Eu fui chamada por Dickson para conversar, mas ainda não tivemos o encontro. Também fui sondada por outros vereadores e, se for convidada, também irei conversar. Mas a decisão será discutida com o meu partido”, explicou Júlia Arruda.

A intenção do grupo de vereadores que irá se opor a Dickson Nasser é conseguir aliar pelo menos 13 vereadores até o fim deste mês. O próximo encontro dos parlamentares ainda não foi definido, mas deve ocorrer até a próxima segunda-feira (17).
A+ A-