Wilma e Micarla recebem garantia de apoio do Ministro da Saúde

Gestores estiveram reunidas com José Gomes Temporão na manhã desta quinta-feira (29); renovação de contrato com Coopanet foi bem vista pelo minustro.

Redação,
Rubens Silva
Governos federal, estadual e municipal unidos para solucionar crise na Saúde.
A governadora Wilma de Faria (PSB) e a prefeita de Natal Micarla de Sousa (PV) reuniram-se com o ministro da Saúde José Gomes Temporão, na manhã desta quinta-feira (29), em Brasília, para discutir a questão da saúde pública no estado. A governadora recebeu a garantia de apoio do Ministério da Saúde para projetos importantes para o Rio Grande do Norte, como as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e uma medida emergencial para a crise com as cooperativas de médicos.

Wilma de Faria saiu do encontro declarando-se satisfeita com a parceria firmada entre os governos federal, estadual e municipal para promover a melhoria da saúde do povo do Rio Grande do Norte. Para a questão emergencial dos médicos anestesistas de Natal, ficou acertado que o contrato com a cooperativa será renovado por mais seis meses.

"Cobramos apoio e fomos bem recebidos pelo ministro Temporão. Ele sabe das nossas necessidades em relação aos serviços essenciais de saúde para salvar vidas em nosso estado", disse a governadora. Sobre a solução encontrada para contornar o impasse com as cooperativas, comentou: "A medida foi acertada entre os governos federal, estadual e municipal, além do Ministério Público, com o objetivo final de promovermos uma transformação na saúde pública do nosso estado", enfatizou.

A prefeita Micarla de Sousa e o secretário municipal de Saúde também acompanharam a reunião em Brasília e comemoraram a concretização dos projetos de aumento das equipes de PSF e a certeza de inaugurar, ainda no primeiro semestre deste ano, novas unidades de pronto-atendimento 24 horas.

"Eu saio daqui aliviada e feliz por ter conseguido resolver uma série de problemas relativos à saúde – que hoje é certamente o maior problema enfrentado pelo cidadão natalense", disse a prefeita.

Medidas

A governadora Wilma de Faria já vem adotando medidas para melhorar o atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde na rede estadual de saúde, como a nomeação, em caráter emergencial, de 131 profissionais de seis especialidades médicas consideradas críticas pela falta de pessoal na rede pública de saúde.

Também determinou a ampliação do número total de convocados do último concurso público, de 792 para 853, de modo a reduzir o déficit de médicos nas áreas de anestesia, cirurgia geral, ortopedia e pediatria
A+ A-