Panamá inicia ampliação de US$ 5 bi do Canal

Projeto é ambicioso e foi lançado nesta segunda-feira (3) pelo presidente Martín Torrijos

Um projeto ambicioso para expansão do Canal do Panamá foi lançado nesta segunda-feira (3) pelo presidente do país, Martín Torrijos. 

Novas comportas e rotas para navios serão construídas dentro do projeto de dez anos, que está orçado em cerca de US$ 5 bilhões.

Alguns navios de contêineres e petroleiros de grande porte não conseguem passar pelo Canal hoje e precisam contornar toda a América do Sul para mudarem de oceano.

O Canal oferece passagem para navios que carregam até cerca de cinco mil contêineres, mas alguns veículos mais modernos já conseguem transportar mais de 12 mil.

No lançamento do projeto, Torrijos declarou feriado nacional no país. A cerimônia de lançamento teve a presença de diversos líderes da América Central e do ex-presidente americano Jimmy Carter, que há 30 anos assinou um tratado que acabou por devolver o Canal à jurisdição do Panamá.

O Canal do Panamá foi construído pelos Estados Unidos em 1914 e administrado pelo país por grande parte do século 20. Em 1999, o Panamá assumiu controle total da via.

Torrijos disse que o projeto será financiado com dinheiro arrecadado por meio do aumento dos pedágios cobrados dos cerca de 14 mil navios que atualmente usam o Canal por ano. Ele disse que o projeto deve criar milhares de empregos e gerar renda.

Segundo o correspondente da BBC Daniel Schweimler, alguns críticos dizem que o Panamá nunca conseguirá recuperar o investimento feito no projeto e que isso levará ao aumento da dívida do país. 

Fonte: BBC Brasil
A+ A-