Flamengo consegue sua terceira vitória na disputa do NBB

Luto: A pivô Michelle Splitter, de 19 anos, morreu segunda-feira à noite, no Hospital Boldrini, em Campinas (SP), vítima de leucemia

Redação, Site da CBB,

Após duas vitórias em São Paulo, o Flamengo viajou a Belo Horizonte para conquistar sua terceira vitória na disputa do NBB (Novo Basquete Brasil). Ainda sem atuar em casa, a equipe carioca venceu o Minas por 102 a 85, na noite desta terça-feira, e manteve 100% de aproveitamento na competição.

 

O Flamengo ainda terá outros dois compromissos fora, antes de estrear diante de sua torcida no NBB. O confronto em casa está marcado para o próximo dia 18, contra o Assis. Antes disso, o time do Rio de Janeiro encara o Limeira e o São José, respectivamente.

O Minas soma a segunda derrota em três partidas. Com a chance de vencer em casa desperdiçada, a equipe de Belo Horizonte buscará a reabilitação fora de casa ante os mesmos adversários do Fla, mas em ordem invertida: primeiro pega o Limeira e, depois, o São José.

Atual campeão brasileiro, o Flamengo chegou ao final do terceiro quarto em desvantagem de três pontos (67 a 64). Mas a equipe carioca conseguiu reverter o placar desfavorável no último período para vencer novamente.

"Foi um dia difícil para mim. Peguei um resfriado e não estava me sentindo bem. Mas passei por um período de recuperação no hotel e consegui ajudar a equipe a conseguir essa importante vitória", afirmou o pivô Baby, cestinha da partida com 28 pontos.

Outra equipe que conquistou a terceira vitória consecutiva foi o Vivo/Franca. A equipe manteve a invencibilidade ao derrotar o Lupo/Araraquara por 87 a 82. Já o Winner/Limeira não teve o mesmo sucesso e sofreu seu primeiro revés diante do São José/Unimed/Vinac, por 83 a 73.


Luto

 A pivô Michelle Splitter, de 19 anos, morreu segunda-feira à noite, no Hospital Boldrini, em Campinas (SP), vítima de leucemia. O enterro será nesta quarta-feira (9h de Brasília), no Cemitério da Comunidade Evangélica, em Blumenau (SC).

Michelle vinha lutando contra a leucemia desde os 15 anos, quando foi diagnosticada a doença. Ela passou por rigoroso tratamento durante vários anos e em outubro de 2007 voltou às quadras para jogar pela Unimed/Americana. No início de 2008, foi convocada para defender a seleção brasileira adulta em amistosos contra Cuba.

Em março do ano passado, a jogadora voltou a conviver com a doença e teve que ficar afastada da prática esportiva. Em janeiro deste ano, Michelle foi submetida a transplante de medula óssea e estava na UTI do Centro Boldrini. Pela seleção brasileira, a atleta conquistou o vice-campeonato sul-americano cadete (Venezuela/2004).

Dados
Michelle Splitter, Posição: Pivô, data de nascimento: 29/09/1989, naturalidade: Indial (SC), altura: 1,96m, clubes em que jogou: Blumenau (SC), Joinville (SC) e Americana (SP), principais Resultados pela seleção: - Campeonato Sul-Americano Cadete e vice-campeã (Venezuela - 2004)

 

 

Estados Unidos
 Pela rodada desta segunda-feira da temporada regular da NBA, o Phoenix Suns venceu em casa o Sacramento Kings por 129 a 81. O armador Leandrinho Barbosa jogou 14 minutos, marcou onze pontos, pegou três rebotes e deu duas assistências. O brasileiro converteu metade dos arremessos de quadra, incluindo um de três pontos e acertou todos os quatro lances-livres cobrados. Os Suns ocupam a oitava posição da Conferência Oeste, com 56.5% de aproveitamento em 46 jogos (26 vitórias e 20 derrotas). A próxima partida do Phoenix será nesta quarta-feira, fora de casa, contra o Golden State Warriors.

 

A+ A-