Mortes por coronavírus na Itália sobem 683 em 1 dia e chegam a 7,5 mil

Número total de casos confirmados no país subiu dos 69.176 anteriores para 74.386.

Da redação, Agência Brasil,
Flavio Lo Scalzo
Total de mortes do surto de coronavírus na Itália subiu 683 e chegou a 7.503 nesta quarta-feira.

SELO-CORONA-100O total de mortes do surto de coronavírus na Itália subiu 683 e chegou a 7.503, disse a Agência de Proteção Civil nesta quarta-feira (25), uma queda na contagem diária de mortes após um aumento no dia anterior.

Na terça-feira (24), 743 pessoas morreram; na segunda-feira (23), foram 602; no domingo (22), foram 650, e o sábado (21) teve o recorde de 793 -- a maior cifra diária desde que o contágio veio à tona no dia 21 de fevereiro.

O número total de casos confirmados no país subiu dos 69.176 anteriores para 74.386, segundo a Agência de Proteção Civil.

O chefe da agência, Angelo Borrelli, não estava presente na coletiva de imprensa costumeira para divulgar os dados porque teve febre nesta quarta-feira e estava passando por um exame de detecção do coronavírus.

Daqueles infectados originalmente em âmbito nacional, 9.362 haviam se recuperado totalmente nesta quarta-feira, mais do que os 8.326 do dia anterior. Antes havia 3.396 em unidades de tratamento intensivo, e hoje são 3.489.

A Lombardia, região do norte que é a mais atingida, relatou uma queda acentuada na quantidade de mortes na comparação com o dia anterior, mas continua em situação crítica com um total de 4.474 falecimentos e 32.346 casos.

Até terça-feira, havia o registro de 4.178 mortes e 30.703 casos.

Tags: coronavírus Covid-19 Itália mortes pandemia
A+ A-