Caixa anuncia redução das taxas de juros

Banco anunciou as novas taxas que entram em vigor a partir de hoje (23).

Marília Rocha,
Marília Rocha
“A grande procura está sendo pelas pessoas jurídicas”, afirma o superintendente.
As medidas contra a crise financeira internacional estão sendo tomadas em todos os segmentos. Em relação aos bancos, a escassez de crédito está influenciando o Governo Federal a adotar medidas de redução nas taxas de juros e aumento na concessão de crédito.

A Caixa Econômica Federal adotou medidas como para maior aplicação de recursos, maior concessão de crédito e a redução na taxa de juros nas 21 linhas de empréstimos para pessoas físicas e jurídicas.

Segundo o superintendente da Caixa no Rio Grande do Norte, Jorge Gurgel de Souza, a adoção das novas medidas segue o padrão nacional. “A Caixa está reduzindo os juros nas linhas de empréstimos pela alta demanda e a maior captação de recursos”, declara.

Jorge Gurgel afirma que a Caixa está absolvendo clientes de outros bancos, atingindo um crescimento de 30 a 40% na concessão de crédito. “A grande procura está sendo pelas pessoas jurídicas”, afirma o superintendente.

O balanço da Caixa apresenta o faturamento de mais de R$ 2 bilhões somente no Rio Grande do Norte, superando a meta do Plano de Negócios Participativo – PNP, que tem base na economia local.

Segundo o banco, o Rio Grande do Norte também é o estado que mais disponibilizou recursos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC através da Caixa, com mais de R$ 800 milhões investidos.

Para o próximo ano, a expectativa de crescimento é maior do que 30%, sendo o maior do nordeste. 

Taxas
Penhor reduziu de 2,99% para 2,25%
Cheque especial (taxa mínima) reduziu de 1,47% para 1,37%
Cheque especial (taxa máxima) reduziu de 7,98% para 7,49%
Consignado reduziu de 16,38% para 2,50%
BNDES automático reduziu de 6,7% para 5,84%
CRED Frota redução de 5,88%
BCD Investimentos reduziu de 4,07% para 1,95%
A+ A-