Correria no último dia de inscrição para os Pontos de Cultura

Projeto foi dividido entre os governos estaduais de alguns estados brasileiros como Rio Grande do Norte, Bahia e Recife.

Isabela Santos,
A procura tem sido alta no último dia para a inscrição de projetos para a seleção de 53 Pontos de Cultura, mantidos em parceria entre o Ministério da Cultura e a Fundação José Augusto. A expectativa da FJA é que mais de 80 projetos sejam inscritos até o fim do dia.

As inscrições se encerram nesta terça-feira (28) na FJA às 17h.

De acordo com o sub-coordenador Ricardo Buihú, da FJA, existem hoje no RN apenas13 Pontos de Cultura e, nesta edição do projeto, serão escolhidos 53 novos Pontos.

“Será uma verdadeira revolução cultural em nosso estado. Esses últimos dias [de inscrições] estão efervescentes”, disse Buihú, entusiasmado.

As inscrições puderam ser realizadas durante os dois últimos meses (entre 28 de agosto e 28 de outubro) e as expectativas é que até o fim do dia haja cerca de 80 projetos inscritos, muitos deles de cidades do interior do estado.

Bárbara Cristina é coordenadora do Grupo Teart e espera “oferecer oficinas de teatro com técnicos que possam ser remunerados” se tiver o projeto escolhido. Seu grupo de teatro é composto por 10 integrantes e apesar dos três anos de existência, somente em setembro deste ano conseguiu um espaço para ensaios e apresentações.

Para ser um Ponto de Cultura o projeto deve ter caráter artístico e cultural, ser ONG e trabalhar com comunidades carentes e escolas públicas. Cada escolhido vai ser contemplado com R$ 180 mil, dos quais R$ 55 mil devem ser empregados em equipamentos.

Como o projeto tem validade de três anos, os Pontos já existentes podem ser renovados em um concurso interno, Teia. Em 2008, este encontro será realizado em Brasília entre 12 e 16 de novembro.
A+ A-