Festival DoSol promove dois dias de rock’n’roll na Ribeira

Shows começam a partir das 16h, hoje (1º) e amanhã (2), na Rua Chile.

Isabela Santos,
Nicolas Gomes/Divulgação
Distro é uma das atrações do Festival DoSol
O cenário independente ganha força e visibilidade a cada ano na capital potiguar com o Festival DoSol. A quinta edição do evento traz o tema "Baile de la musica: formação, diversão e vanguarda" e será realizado hoje (1º) e amanhã (2) em cinco galpões da rua Chile, a partir das 16h, e nos dias 12 e 13 de novembro na Casa da Ribeira, a partir das 19h.

As primeiras edições foram realizadas no largo da rua Chile. Segundo o organizador Anderson Foca, a mudança se deu principalmente para ajudar na "revitalização da área".

Este ano, os palcos serão divididos entre o Armazém Hall e o Centro Cultural DoSol Rockbar. O Espaço Calígula ficará com a feirinha e lounge e a Grito Filmes, com o Espaço Trama Virtual.

Na feira do Calígula haverá estandes com artigos relacionados à música. CDs, camisas e outros acessórios das bandas que se apresentarão no Festival estarão à venda.

A parceria com a Trama Virtual, site que divulga bandas independentes nacionais, vai formar um espaço exclusivo para bandas e convidados, no qual imprensa, músicos, produtores e diversos profissionais ligados ao cenário underground podem interagir e ampliar os contatos.

Na Casa da Ribeira, haverá cases de música contemporânea, onde bandas de todo o país farão execuções instrumentais com entrada gratuita.

Ao todo, passarão pelos palcos 32 bandas, das quais 14 são potiguares. Apesar de o foco do evento ser as bandas do Rio Grande do Norte, esta é a segunda edição a apresentar uma atração internacional.

As californianas do The Donnas iniciam a turnê pelo Brasil em Natal durante o primeiro dia do festival e segue com dois shows na cidade de São Paulo e um em Porto Alegre. A banda toca punk rock sob influência dos Ramones.
A+ A-