Marcos Valério e Rogério Tolentino pedem liberdade ao STF

Valério e Tolentino são acusados de participar de suposto grupo criminoso, formado por empresários e servidores públicos, que praticava extorsão, fraudes fiscais e corrupção.

Redação,
As defesas do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza e do advogado Rogério Lanza Tolentino pediram extensão da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, em relação ao Habeas Corpus 97416, que concedeu liberdade a Ildeu da Cunha Pereira Sobrinho.

Valério e Tolentino são acusados de participar de suposto grupo criminoso, formado por empresários e servidores públicos, que praticava extorsão, fraudes fiscais e corrupção.

Eles foram presos preventivamente após operação da Polícia Federal realizada em outubro do ano passado em São Paulo e em Minas Gerais.

* Fonte: STF.
A+ A-