Funcionários da saúde discutem a visita aberta em 2009

Iniciativa visa liberar os familiares para acompanhar os enfermos, e facilitar a recuperação e diminuir o tempo de internação.

Geraldo Miranda ,
Funcionários do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel discutiram nesta terça-feira (9) a implantação do dispositivo Visita Aberta, que permitirá em 2009 a presença de um acompanhante ao paciente interno, em qualquer um dos cinco andares do hospital, das 11h às 19h.

Normalmente o horário de visita aos pacientes internos nas enfermarias é das 10h às 11h e das 14h às 16h, de domingo a segunda. A iniciativa visa uma maior vigilância e participação dos familiares no processo de reabilitação de pacientes internos.

O dispositivo Visita Aberta faz parte das diretrizes da Política Nacional de Humanização (PNH) do Sistema Único de Saúde (SUS), com participação de servidoras do serviço social e do Núcleo de Assistência a Saúde do Trabalhador (Nast).

O diretor Geral do Walfredo Gurgel, Jose Renato de Brito Machado, informou que essas discussões já vêm acontecendo há dois meses. “É um processo que vem alcançando ótimos resultados em outros hospitais, como no hospital Santa Catarina. O nosso interesse é trazer mais qualidade de vida para os nossos pacientes”, explica o diretor.

A nutricionista e técnica do Nast, Luzicínia Coelho, esclarece que “com a presença da família, o processo de recuperação do paciente se torna mais rápida e conseqüentemente o tempo de recuperação é menor”, afirma.

Entretanto, essa medida não é extensiva aos internos das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) ou no pronto socorro Clóvis Sarinho. Nestes setores, o horário de visitação permanece inalterado.

O horário de visita nas UTIs das 11h30 às 12h00 e das 16h30 às 17h00. Já no PSCS, os internos continuam tendo direito a um acompanhante, 24h, pelo tempo em que permanecerem internados.
A+ A-