Arlindo Chinaglia chora durante discurso de despedida

Prestes a deixar o cargo de Presidente da Câmara Federal, o petista se emocionou ao lembrar dos parlamentares que faleceram nos últimos dois anos.

Delma Lopes,
Agência Brasil
Arlindo Chinaglia se despede da Presidência da Câmara Federal.
O presidente da Câmara Federal Arlindo Chinaglia (PT) acaba de fazer o seu discurso de despedida. Neste momento os parlamentares estão reunidos no plenário da Casa para eleger o seu sucessor. Durante o seu pronunciamento, o petista chorou ao citar os nomes dos deputados que morreram em 2007 e 2008.

Entre os sete parlamentares que não chegaram a terminar os seus mandatos, Arlindo lembrou também do deputado Nélio Dias do PP do Rio Grande do Norte.

Chinaglia ressaltou que quando assumiu o cargo tinha o desafio de “recuperar a autoridade e imagem da Câmara”. O parlamentar acredita ter conseguido este feito.

“Encerro este mandato com a consciência do dever cumprido e desejo sucesso ao próxio presidente”.
A+ A-