Autor do tiroteio na Califórnia é identificado pela Polícia

Ian Long matou 12 pessoas em um bar, na cidade de Thousand Oaks.

Da redação, Agência Brasil,
EFE/ Mike Nelson
testemunhas disseram que o suposto autor, vestido de preto, atirou de maneira indiscriminada contra os clientes do bar. doze pessoas foram mortas.

As autoridades policiais identificaram nesta quinta-feira (8) Ian Long, de 29 anos, como o suposto autor do tiroteio que causou 12 mortos em um bar na cidade de Thousand Oaks, na Califórnia, segundo a imprensa local.

A informação, revelada pela emissora NBC, que cita fontes policiais, acrescenta que Long, de raça branca e com várias tatuagens, chegou ao bar Borderline no carro de sua mãe e durante os disparos não disse uma só palavra.

O tiroteio aconteceu por volta das 23h20 (horário local de quarta-feira, 5h20 em Brasília), e Long também morreu.

As testemunhas disseram que o suposto autor, vestido de preto, atirou de maneira indiscriminada contra os clientes do bar.

Pelo menos outras 12 pessoas ficaram feridas, informou à imprensa Geoff Dean, xerife do condado de Ventura, onde fica o estabelecimento.

"Não temos ideia se há uma vinculação terrorista ou não", afirmou o xerife Dean. Ele também disse aos jornalistas que a maior parte das pessoas que estavam no bar eram jovens entre 19 e 26 anos.

Madeline Carr, editora do jornal estudantil Pepperdine Graphic, explicou à emissora CNN que o bar é "um lugar divertido para dançar".

Thousand Oaks fica a 55 quilômetros a noroeste de Los Angeles e não muito longe dos bairros de classe alta de Calabasas e Malibu.

Tags: atirador Califórnia Ian Long
A+ A-