Após desentendimento, Trump e Macron se reúnem na França

Líderes procuraram difundir as tensões a respeito da criação de um exército próprio para a Europa.

Da redação, Estadão Conteúdo,

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da França, Emmanuel Macron se reuniram neste sábado (10), no Palácio do Eliseu, sede do governo francês.

O encontro aconteceu dentro das cerimônias de celebração do Centenário do Armistício da 1ª Guerra Mundial.

Os líderes procuraram difundir as tensões recentes a respeito da criação de um exército próprio para a Europa. Na sexta-feira (9), o presidente norte-americano disse no Twitter que "Mácron sugeriu que a Europa construa suas próprias forças armadas para se proteger dos EUA, da China e da Rússia.

Muito insultante, mas talvez a Europa deva primeiro pagar a sua parcela justa da OTAN, que os EUA subsidiam em grande parte!", referindo-se à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O presidente norte-americano há tempos tem insistido que os parceiros da aliança deveriam pagar mais.

No encontro desta manhã, Trump declarou que Mácron "entende que os Estados Unidos sozinho podem fazer muito", acrescentando que o país está disposto a ajudar. "Estamos nos entendendo do ponto de vita da justiça", completou.

Macron defendeu seu ponto de vista. "Eu compartilho as opiniões do Presidente Trump de que precisamos de uma carga muito maior de partilha com a OTAN e é por isso que acredito que a minha proposta de criação de uma defesa europeia é totalmente coerente", afirmou.

Ambos também prometeram trabalhar juntos em conflitos na Ucrânia e na Líbia e num roteiro pós-guerra para a Síria.

Sobre o desentendimento entre os presidentes, membros da equipe de Macron disseram que Trump entendeu de forma equivocada os comentários do líder francês. No início desta semana o presidente francês disse, em entrevista para uma rádio local, que a Europa precisa se proteger contra a China, Rússia e até os EUA na questão do ciberespaço.

Posteriormente, em outra entrevista, Mácron afirmou que o continente europeu necessita construir sua própria estrutura militar para não depender mais dos EUA para defesa.

Tags: Donald Trump Emmanuel Macron
A+ A-