Assessor da Presidência da República debate projetos com a CMN

TV e FM abertas são prioridades da atual gestão do Legislativo; cinco vereadores participaram de discussão.

Redação,
Elpídio Júnior
Dickson e Swedenberger debatem possibilidade de TV Câmara aberta.
O chefe-adjunto de gabinete da Presidência da República, Swedenberger Barbosa, esteve na Câmara Municipal de Natal na manhã desta segunda-feira (26) para discutir parcerias que podem ser viabilizadas entre a instituição e o governo federal. Entre os principais projetos apresentados, estavam as concessões de sinal aberto para a TV e a FM Câmara. Swedenberger foi recebido pelo presidente da Casa, Dickson Nasser (PSB), e pelos vereadores Raniere Barbosa (PRB), Ney Júnior (DEM), Albert Dickson (PP) e Maurício Gurgel (PHS).

No encontro, o assessor presidencial sugeriu aos vereadores que elaborem, com o devido embasamento técnico, os projetos que possam ser conveniados com o governo federal. A partir daí, completou ele, a tramitação desses projetos pode ser acelerada e as parcerias, viabilizadas mais facilmente. "De nossa parte, estamos à disposição para auxiliar no que for necessário para dar andamento aos projetos da Câmara", afirmou.

A reunião foi considerada como proveitosa pelo presidente Dickson Nasser, que aproveitou a audiência para entregar a Swedenberger Barbosa o plano institucional da Câmara, com a lista de projetos e ações relacionados para os próximos anos. Swedenberger disse ter ficado "surpreso positivamente" com o que foi exposto pelos vereadores. "Tudo isso mostra que a Câmara de Natal está interessada em estabelecer um contato cada vez maior com a população".

Troca de experiências

Logo após a audiência na presidência da Câmara Municipal, Swedenberger Barbosa reuniu-se com o vereador Raniere Barbosa e a equipe deste, para fazer uma explanação sobre gestão pública. Ele fez sugestões ao vereador e seus assessores, em torno da condução de um mandato parlamentar.

Swedenberger, que é natalense de nascimento, mas está radicado em Brasília há vários anos, falou ainda sobre o relacionamento que um vereador deve manter com outros Poderes, outras instituições e com a própria comunidade que representa. De maneira simples e objetiva, tirou também dúvidas dos assessores do vereador.

"É um privilégio para mim e para a minha equipe ter tido a oportunidade ímpar de trocar experiências com um assessor graduado do presidente da República", destacou Raniere, agradecendo a Swedenberger pela colaboração prestada ao seu mandato.
A+ A-