Tião Viana diz que não recorrerá à Justiça se Garibaldi vencer eleição

O senador petista diz que pretende ganhar o pleito, através de votos.

Redação,
"O meu interesse é ganhar a eleição em votos”, com esta frase o senador Tião Viana do PT do Acre, resume o seu sentimento em relação a disputada eleição da Presidência do Congresso Nacional, hoje ocupada pelo potiguar Garibaldi Filho (PMDB), que tenta à reeleição. 

O petista deixou claro que não tem interesse em conquistar o cargo, através de disputas jurídicas. No entanto, a candidatura de Gari ainda não está confirmada. Além de esbarrar em questões do regimento interno da Casa, tem a dúvida sobre a entrada do senador José Sarney (PMDB) no pleito. 

Mas Garibaldi está confiante. “Tenho segurança de que posso concorrer a um novo mandato”, declarou com base em pareceres jurídicos que sustentam sua candidatura. No entanto, se Sarney decidir disputar a Presidência, o peemedebista admitiu que poderá desistir. 

Para Tião, a sua candidatura continua sendo a opção do presidente e do Palácio do Planalto. O petista afirmou que sua candidatura tem respaldo do partido e é considerada irreversível. "Não há receio algum. Minha candidatura foi apresentada por cinco partidos e será sustentada até o dia 2 de fevereiro", afirmou Tião.

*Com informação da Folha On-line.
A+ A-