Projeto sugere que síndicos comuniquem ocorrências de violência doméstica

Para a propositora da matéria, deputada Cristiane Dantas, essa ainda é uma infeliz realidade no País.

Da redação, Assembleia Legislativa,
Assecom/AL
Segundo Cristiane Dantas, conscientização sobre a importância de denunciar os casos de violência doméstica e familiar está aumentando.

A deputada Cristiane Dantas (Solidariedade) apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa propondo atribuir a síndicos ou administradores de condomínios residenciais a obrigação de comunicarem aos órgãos de segurança pública sobre a ocorrência ou indícios de violência doméstica e familiar contra mulher, criança, adolescente ou idoso, em seus interiores.

“É do conhecimento de todos que a violência doméstica e familiar, que vitima principalmente mulheres, crianças, adolescentes ou idosos, ainda é uma infeliz realidade em nosso país e no Estado. Certamente, a conscientização da população sobre a importância de denunciar os casos de violência doméstica e familiar está aumentando, porém entendemos que outras medidas, como a ora proposta, também devem ser adotadas para que cada vez mais os agressores sintam-se coibidos em praticar os atos de violência”, explica a parlamentar.

A Lei Maria da Penha coloca como um dever do poder público, da família e da sociedade criar as condições necessárias para o efetivo exercício pelas mulheres dos direitos à vida, segurança, saúde, alimentação, educação, cultura, moradia, justiça, esporte, lazer, trabalho, cidadania, liberdade, dignidade, respeito e à convivência familiar e comunitária.

“Dessa maneira, diante do fato de haver uma crescente concentração populacional residindo em condomínios, acreditamos que os síndicos e os administradores de condomínios podem dar valorosas contribuições no combate à violência doméstica e familiar”, justifica Cristiane Dantas.

Tags: Assembleia Legislativa Cristiane Dantas violência doméstica
A+ A-