Ezequiel quer definir logo composição das comissões da Assembleia

Primeiro encontro formal com a Mesa Diretora da AL deve ser realizado nesta terça-feira.

Gerlane Lima,
Frankie Marcone/Nominuto
Ezequiel descarta a qualquer tipo de ação direta do Governo para promover sua eleição.

O novo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), deve reunir a Mesa Diretora da Casa nesta terça-feira (03) para definir o calendário de escolha dos membros das Comissões Permanentes.

O deputado disse em entrevista, ao Jornal 96, da 96 FM, que desde ontem , quando foi eleito, ainda não teve tempo de se reunir com os parlamentares. O primeiro encontro formal deve ser realizado hoje.

Outro assunto que deve ser tratado no encontro de hoje é sobre o orçamento. Ezequiel Ferreira afirma que ainda não se debruçou sobre os números, mas destaca que na hora das dificuldades, cada um terá que fazer sua parte. “Se for preciso cortar da própria carne, isso será feito”.

O deputado fala sobre seu trabalho a frente da Assembleia Legislativa e diz que a eleição já é uma página virada, que sua candidatura foi uma oportunidade da Casa ter uma disputa após 27. “Isso é importante para a democracia. Sempre havia consenso e minha candidatura foi uma possibilidade de oxigenação de poder”.

Ezequiel descarta a qualquer tipo de ação direta do Governo para promover sua eleição que segundo ele, foi possível graças ao bom relacionamento e diálogo permanente com os pares.

ezeq-h1

O peemedebista garante que não há clima de divisão na Assembleia. “Estou convicto da união na Casa. A Assembleia Legislativa tem demonstrado ao longo dos governos que os deputados se somam às necessidades do povo para beneficiar a população”.

O novo presidente da Assembleia lamenta o rompimento do deputado José Dias com o governador Robinson Faria e disse que sempre o procurou para que a união dos deputados fosse mantida após o processo eleitoral. “Sempre procurei o deputado para dialogar, não em busca de voto, pois sempre soube do posicionamento dele em relação ao voto para presidente da Assembleia Legislativa. Eu o procurava porque gostaria de ter a união da casa após o processo eleitoral”, destacou Ezequiel Ferreira.

Ezequiel falou ainda da relação com os demais poderes e disse que vai tratá-los com harmonia e vai começar uma série de visitas, ao Ministério Público, Tribunal de Contas e Tribunal de Justiça.

A crise hídrica também está na pauta da Assembleia Legislativa. “Esse é um grande problema. Lamento ver as pessoas passando dificuldades de abastecimento. Os poços estão perfurados, mas não estão instalados e poderiam estar amenizando a situação”.

O deputado estadual acredita que a solução para amenizar os efeitos da seca, seja a adutora, que foi uma promessa de campanha do governador. “Espero que seja cumprida”.


Acompanhe o áudio da entrevista:
Tags: ezequiel
A+ A-