Arte e Cultura potiguares fazem parte da rotina do Legislativo estadual

Mostras e exposições têm o objetivo de dar visibilidade aos artistas e municípios do RN.

Da redação, Assembleia Legislativa,
Divulgação/AL
Assembleia Legislativa promove periodicamente ações de valorização das potencialidades dos municípios do Rio Grande do Norte.

As funções da Assembleia Legislativa de criar leis e fiscalizar as contas do Poder Executivo a maioria da população já conhece. O que algumas pessoas não sabem é que o Legislativo potiguar frequentemente abre suas portas para os cidadãos prestigiarem a arte e a cultura dos norte-riograndenses, tornando-se palco de exposições fotográficas, de artes plásticas, esculturas, peças e mostras temáticas, além de ações voltadas ao turismo e culinária.

Uma das exposições de maior relevância social promovida pela Assembleia, a “Mães do Juvino” foi produzida pelo jornalista e repórter fotográfico Elias Medeiros. A mostra, realizada em maio de 2018, retratou as diferentes histórias por trás das expressões do tempo nos rostos das idosas abrigadas no Instituto Juvino Barreto, em Natal.

Na ocasião, Elias Medeiros destacou as dificuldades enfrentadas pela instituição e mostrou que, apesar dos obstáculos, vem sendo possível realizar ações solidárias. "Vemos com frequência o anúncio de investimentos para diversas áreas e a população senil às vezes acaba negligenciada. Os idosos precisam de atenção, que vem sendo dada pela Assembleia Legislativa sempre que buscamos apoio para esse tipo de ação", enfatizou.

Durante o período da exposição foram recolhidas doações de fraldas geriátricas, toalhas e outros materiais de higiene para os moradores do Instituto.

Outra mostra de grande destaque em 2018 foi sobre Copa do Mundo, em alusão ao evento esportivo realizado na Rússia. De 11 a 22 de junho, o Salão Nobre da Assembleia Legislativa foi preenchido pelo vasto acervo do jornalista e colecionador Alexandre Gurgel, que há 40 anos mantém a coleção de itens que remetem à história da Seleção Brasileira, das Copas do Mundo e também do futebol potiguar.

O material exposto pelo jornalista continha 15 camisas da Seleção de épocas diferentes, entre réplicas e originais, inclusive a primeira utilizada em copas, ainda na cor branca. Além disso, Alexandre trouxe réplicas das taças Fifa e Jules Rimet, fotos, álbuns, vídeos em VHS, bonecos em miniaturas dos jogadores, vinis com narrações dos jogos das copas e até medalhas originais alusivas aos mundiais de 1950 e 1974.

À época, Alexandre Gurgel explicou que esteve em contato com alguns grupos de colecionadores pelo País e as informações foram de que poucas cidades haviam promovido exposições com itens históricos referentes à Copa do Mundo. “É bom que Natal seja uma das capitais que têm a oportunidade de expor um acervo que mantém viva a história do futebol", disse o colecionador.

Além disso, o Legislativo promove periodicamente ações de valorização das potencialidades dos municípios do Rio Grande do Norte. São os eventos da Associação de Servidores do Poder Legislativo (Aspol), que reúne iguarias, artesanato, música e turismo dos municípios potiguares, no restaurante da Assembleia Legislativa.  

Encontros dessa natureza vêm sendo apoiados pela Assembleia Legislativa para enaltecer os municípios. "São eventos voltados para os servidores, a fim de promover nossas potencialidades. Tudo é realizado em parceria com artistas locais, restaurantes e hotéis", destaca o presidente da Aspol, Carlos Gomes.

Todos esses eventos e exposições que acontecem na Assembleia Legislativa possuem entrada gratuita e obedecem ao horário de funcionamento da Casa. As ações têm o objetivo de dar visibilidade aos artistas e municípios do Rio Grande do Norte, valorizando a cultura e a arte do povo potiguar.

Tags: arte e cultura Assembleia Legislativa exposições mostras temáticas
A+ A-