TRT escolhe três advogados para vaga de desembargador no RN

Lista tríplice seguirá para o TST, depois para ao Ministério da Justiça, que encaminhará os nomes para a escolha do presidente Jair Bolsonaro.

Da redação, TRT,
Cedida/TRT

Numa sessão que durou pouco mais de 30 minutos, os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) elegeram os advogados que formarão a lista tríplice para a vaga de desembargador, destinada ao quinto constitucional da advocacia.

O advogado Marcelo Barros, mais votado da lista sêxtupla, foi eleito como o primeiro nome da nova lista.

A advogada Marisa Almeida foi escolhida para a segunda vaga da lista e o advogado Augusto Maranhão será o terceiro nome.

"Inicialmente, eram 23 candidatos e todos os seis que chegaram aqui ao tribunal estão de parabéns, porque são advogados reconhecidos por seus pares, por seus méritos e suas qualidades", destacou o presidente do TRT-RN, Bento Herculano Duarte Neto.

A lista tríplice seguirá para o Tribunal Superior do Trabalho e, depois, para ao Ministério da Justiça que encaminhará os nomes para a escola do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A vaga de desembargador do TRT-RN indicado pelo quinto constitucional dos advogados está aberta desde janeiro desse ano, quando ocorreu a morte prematura do desembargador José Rêgo Júnior.

Tags: Justiça TRT
A+ A-