Representante do DER falta e audiência sobre Via Costeira é cancelada

Entre os problemas estão a falta de parada de ônibus, a dificuldade de acesso às praias, falta de ciclovia e de projeto paisagístico.

Ministério Público,

A audiência pública que seria realizada na manhã desta quarta-feira (15), por meio da 28ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal, com atribuições na defesa do Meio Ambiente, foi cancelada devido à ausência da representante do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Francini Goldoni.

De acordo com a 28ª Promotora do Meio Ambiente, Rossana Sudário, a partir de agora será instaurada uma ação civil pública para solucionar os problemas da Via Costeira que estão afetando a população. “Espero que o Poder Judiciário tenha a sensibilidade para resolver o assunto da maneira mais satisfatória possível para a sociedade”, afirmou a Promotora.

Na pauta da audiência pública, que seria realizada na sede das Promotorias na rua Floriano Peixoto, constava a discussão de vários problemas decorrentes da reforma que o DER fez. Entre os problemas estão a falta de parada de ônibus, a dificuldade de acesso às praias, falta de ciclovia e de projeto paisagístico.

Representantes de órgãos como a Associação Potiguar Amigos da Natureza (Aspoan); Associação dos Ciclistas do Rio Grande do Norte (Acirn); Associação dos Moradores dos Parques Residenciais de Ponta Negra e Alagamar (Ampa); e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), estiveram presentes para a audiência e demonstraram insatisfação com a postura do DER.

Ao final, todos os representantes assinaram o termo de audiência redigido pela promotora Rossana Sudário

A+ A-