Cartilha vai explicar benefícios da Lei Geral para microempreendedores

Segundo o diretor Zeca Melo, objetivo do manual é buscar ambiente favorável para empreendedorismo.

Da redação,
Gerlane Lima
Diretor do Sebrae, Zeca Melo disse que cartilha irá tirar dúvidas dos microempreendedores e criar ambiente favorável ao empreendedorismo.

Esclarecer de forma didática e simples os principais pontos da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, aprovada em Natal no ano passado, que pode facilitar a abertura de um pequeno negócio ou fomentar o desenvolvimento dos já existentes na capital potiguar. Esse é o principal objetivo da cartilha ‘Um Ambiente Empreendedor Construído a Várias Mãos’, elaborada pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Natal (CLD Natal) e parceria com o Sebrae, Prefeitura de Natal e outras órgãos. A publicação será lançada no dia 17 de fevereiro, em solenidade que ocorrerá na sede do Sebrae.

Para Zeca Melo, Diretor superintendente do Sebrae, a criação cartilha será importante para ajudar os microempreendedores individuais. "Vai ajudar muito a simplificar e desmistificar as dúvidas sobre a lei para micro e pequena empresa. Além disso, também irá criar um ambiente favorável para o empreendedorismo", comenta.

Aprovada no ano passado, a Lei Complementar 185/19 prevê uma série de regras na capital do Estado para reduzir a burocracia para abrir ou fechar empresas, licenciar negócios, entre outras que refletem na redução dos custos operacionais. Por isso, a cartilha traduz com uma linguagem simples os principais tópicos da legislação de forma a conscientizar os empreendedores sobre os seus benefícios.

CartilhaAmbienteEmpreendedorSebrae

O material explica quem são os principais beneficiários da lei, como ocorre a desburocratização, trata da licença unificada, esclarece sobre o direito a fiscalização orientadora e não punitiva, as regras para adoção de estacionamento e quantidade de vagas obrigatórias com o chamado Relatório de Impacto de Trânsito Urbano (Ritur). Além disso, explica ainda a obrigação do município de priorizar os pequenos negócios nas aquisições públicas feitas pela prefeitura e órgãos municipais, benefícios no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o estímulo ao jovem empreendedor.

A cartilha foi apresentada nesta quinta-feira (23), durante encontro entre diretoria do Sebrae e CLD juntamente com representante da prefeitura. “Essa cartilha vai ajudar o empreendedor a entender melhor os principais dispositivos previstos na legislação e que pode beneficiar a sua atividade, seja na abertura ou mesmo funcionamento do negócio”, diz o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto.

Tags: Jornal 96
A+ A-