Placas Mercosul: operação do Ministério Público apura fraudes no Detran

'Chapa Fria' investiga direcionamento, manipulação e fraude no processo de credenciamento para fabricantes e estampadores das placas.

Da redação, MPRN,
Cedida/MPRN
Ao todo, 18 promotores de Justiça, 25 servidores do MP e 57 policiais militares participam da operação Chapa Fria, que investiga fraudes no Detran.
O Ministério Público (MP) deflagrou nesta terça-feira (30) a operação Chapa Fria. O objetivo é apurar suposta prática de crimes ocorridos durante o processo de credenciamento para fabricantes e estampadores das placas Mercosul realizado no âmbito do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran). Ao todo, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e funcionais dos investigados.

A operação Chapa Fria conta com o apoio da Polícia Militar. Ao todo, 18 promotores de Justiça, 25 servidores do MP e 57 policiais militares participam da ação. Os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Assu.

O MP investiga o direcionamento, manipulação e fraude no processo de credenciamento para fabricantes e estampadores das placas Mercosul com o objetivo de favorecer um grupo de empresas.

Tags: Operação Chapa Fria Placas Mercosul
A+ A-