PF prende Marcelo Miranda por esquema de corrupção de R$ 300 mi

Ex-governador do Tocantins foi detido na manhã desta quinta-feira.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Edilson Rodrigues / Agência Senado
Ex-governador do Tocantins, Marcelo Miranda foi preso suspeito de ligação com esquema de corrupção.
A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta (26), o ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (MDB), no âmbito da Operação ’12º Trabalho’, deflagrada para desarticular um organização criminosa ‘suspeita de manter sofisticado esquema’ de corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de recursos públicos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação de documentos e lavagem de capitais.

Cerca de 70 policiais cumprem 11 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, todos expedidos pela 4ª Vara Federal de Palmas. Segundo a PF, além da ordem contra Marcelo Miranda, outro mandado de prisão já foi cumprido.

As ações são realizadas nas cidades de Palmas, Tocantínia, Tupirama e Araguaína, no Tocantins, em Goiânia, no Goiás, e em Santana do Araguaia, Sapucaia e São Felix do Xingu, no Pará.

A ação é realizada em parceira com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Tags: Investigação
A+ A-