Costelinha picante para o almoço de Dia dos Pais

Segredo para uma boa costelinha de porco está nos temperos da marinada.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Codo Meletti
Receita exige o mínimo de trabalho: basta misturar os temperos da marinada, esperar, levar para o forno, esperar e está pronta.

A costelinha suína picante é tão boa e tão fácil de fazer que mal dá para acreditar. Um dos segredos é o vinagre balsâmico. Não deixe de usá-lo. O ideal é deixar a carne marinando durante a noite toda – mas apenas duas horas já pega bem o gosto e vai agradar o paladar dos papais.

Também dá certo assar a costelinha em dia um dia e servir  no outro. Para acompanhar, a sugestão são purês de cenoura com laranja e batata com wasabi, além de rodelas de limão-siciliano.

Ingredientes

1 peça de costelinha suína com pouca gordura

2 dentes de alho

3 colheres de sal grosso

2 colheres de açúcar mascavo

1 colher (sopa) de alecrim fresco picado

1 colher (sopa) de tomilho fresco picado

1 colher (chá) de pimenta cayena

1 colher (chá) de pimenta-do-reino

1 colher (chá) de páprica doce

1 xícara de vinagre balsâmico

2 xícaras de água quente

Modo de preparo

1 - Ponha o sal, o alho, a páprica, as pimentas e as ervas picadas num pilão e soque, soque, soque até fazer uma pasta grossa.

2 - Esfregue a pasta de alho por toda a superfície da carne.

3 - Ponha a carne numa assadeira (ou num saco plástico bem grande), regue com o vinagre balsâmico, cubra com o açúcar mascavo e deixe marinar por no mínimo duas horas (até 12 horas).

4 - Preaqueça o forno a 180°C por 10 minutos. Despeje a água quente na assadeira em que está a carne.

5 - Leve para assar por aproximadamente duas horas em forno bem baixo, ou até que a carne esteja macia e desprendendo do osso.

Tags: costelinha picante gastronomia
A+ A-