Messi, Cristiano Ronaldo e Van Dijk são os finalistas do prêmio de melhor

Brasil está representado na lista de finalistas ao prêmio de melhor goleiro, com Alisson e Ederson na disputa.

Da redação, Estadão Conteúdo ,
FIFA
Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Juventus) e Virgil van Dijk (Liverpool) irão disputar o prêmio de melhor jogador do mundo concedido pela FIFA.

A Fifa divulgou nesta segunda-feira os finalistas para o prêmio The Best, que coroa os melhores da temporada 2018/2019 no futebol mundial. Na festa que será realizada no próximo dia 23 em Milão, na Itália, os maiores protagonistas, que concorrem ao título de melhor jogador, serão o argentino Lionel Messi, do Barcelona, o português Cristiano Ronaldo, da Juventus, ambos vencedores do troféu cinco vezes cada um, e o zagueiro holandês Virgil van Dijk, do Liverpool.

Os três finalistas são os mesmos indicados pela Uefa, que realizou a sua premiação dos melhores da temporada passada na última quinta-feira, em Montecarlo, no Principado de Mônaco, no evento que marcou o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Nela, o vitorioso foi Van Dijk, uma surpresa apesar de comandar o Liverpool ao título da principal competição de clubes do continente. Messi e Cristiano Ronaldo são os recordistas do prêmio, com cinco conquistas cada. Van Dijk buscará a primeira honraria da Fifa. O único zagueiro escolhido "o melhor jogador do mundo" foi o italiano Cannavaro, na temporada 2006. A Itália havia acabado de ganhar a Copa do Mundo na Alemanha.

O Brasil está representado na lista de finalistas ao prêmio de melhor goleiro. Alisson, do Liverpool, e Ederson, do Manchester City, que defendem também a seleção brasileira, disputam a honraria junto com o alemão Marc ter Stegen, do Barcelona. Tite, presente entre os 10 melhores técnicos, ficou fora da relação final. Os concorrentes são o espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, o argentino Mauricio Pochettino, do Tottenham, e o alemão Jürgen Klopp, do Liverpool. Neymar não foi lembrado.

Um dos 10 finalistas ao Prêmio Puskás, de gol mais bonito da temporada, o atacante brasileiro Matheus Cunha, do RB Leipzig, ficou fora. Messi também concorre nesta premiação pelo toque de cobertura contra o Betis, em março, pelo Campeonato Espanhol. Seus adversários são o colombiano Quintero, pela cobrança de falta pelo River Plate diante do Racing, em fevereiro, no Campeonato Argentino, e o húngaro Dániel Zsóri, do Debrecen, autor de uma bicicleta contra o Ferencváros, no Campeonato Húngaro.

Fora do campo, o Brasil tem representante no Fifa Fan Award, dedicado aos torcedores. É Silvia Grecco, mãe do palmeirense Nickollas. Ela narra as partidas do time para o filho deficiente visual no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Ela concorre contra Justo Sánchez, uruguaio fã do Cerro que passou a acompanhar os jogos do rival Rampla Juniors em homenagem ao filho morto, e contra a torcida holandesa, pela festa no Mundial Feminino realizado na França.

No prêmio de melhor jogadora, na qual a brasileira Marta é recordista com seis conquistas, o desempenho no Mundial teve muita influência. A favorita norte-americana Megan Rapinoe disputa contra a compatriota Alex Morgan e a britânica Lucy Bronze. Entre as goleiras, as finalistas são a chilena Christiane Endler, a holandesa Sari Van Veenendaal e a sueca Hedvig Lindahl.

Na categoria de técnicos de equipes femininas, a favorita é Jill Ellis, bicampeã do Mundial com a seleção dos Estados Unidos. Ela disputa contra a holandesa Sarina Wiegman, do time nacional de seu país, e Phil Neville, comandante da Inglaterra.
CONFIRA A LISTA FINAL DOS INDICADOS

Melhor jogador

Cristiano Ronaldo (Portugal/Juventus)
Lionel Messi (Argentina/Barcelona)
Virgil van Dijk (Holanda/Liverpool)

Melhor jogadora


Lucy Bronze (Inglaterra/Olympique de Lyon)
Alex Morgan (EUA/Orlando Pride)
Megan Rapinoe (EUA/Reign FC)

Melhor treinador

Pep Guardiola (Espanha/Manchester City)
Jürgen Klopp (Alemania/Liverpool)
Mauricio Pochettino (Argentina/Tottenham)

Melhor treinadora


Jill Ellis (EUA/Seleçlão dos EUA)
Phil Neville (Inglaterra/Seleção da Inglaterra)
Sarina Wiegman (Holanda/Seleção da Holanda)

Melhor goleiro

Alisson Becker (Brasil/Liverpool)
Ederson (Brasil/Manchester City)
Marc-Andre Ter Stegen (Alemania/Barcelona)

Melhor goleira

Christiane Endler (Chile/Paris Saint-Germain
Hedvig Lindahl (Suecia/Chelsea/VfL Wolfsburg)
Sari van Veenendaal (Holanda/Arsenal/Atlético de Madrid)

Gol mais bonito (Prêmio Puskás)

Lionel Messi (ARG): Real Betis contra FC Barcelona [LaLiga] (17/3/2019)
Juan Fernando Quintero (COL): River Plate contra Racing Club [Superliga Argentina] (10/2/2019)
Dániel Zsóri (HUN): Debrecen FC contra Ferencváros TC [Nemzeti Bajnoskág I] (16/2/2019)

Torcedor símbolo da Fifa

Silvia Grecco (mãe de brasileiro que narra jogo do Palmeiras para o filho com deficiência visual)

Torcida da Holanda (apoio ao time feminino na Copa do Mundo da França)
Justo Sánchez (pai de garoto uruguaio que não perde jogo do time do filho morto)

Tags: Futebol
A+ A-