Denúncia de estupro contra Cristiano Ronaldo é retirada

Americana Kathryn Mayorga afirmava ter sido violentada pelo português em 2009.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Rafael Marchante/Reuters
Cristiano Ronaldo está concentrado com a seleção portuguesa para jogo pela Liga das Nações.
A denúncia por suposto estupro contra o português Cristiano Ronaldo, reaberta ano passado, foi retirada, informa a agência Bloomberg, que não soube informar se existiu um acordo econômico entre as partes.

No mês passado foi apresentado um pedido de retirada da denúncia à justiça do estado de Nevada em Las Vegas, Estados Unidos, destaca a Bloomberg, que tentou, sem sucesso, contato com advogados das duas partes para saber mais sobre os motivos.

Cristiano Ronaldo, cinco vezes vencedor do prêmio Bola de Ouro e atualmente na Juventus de Turim, foi denunciado pela americana Kathryn Mayorga, hoje com 34 anos, por suposto estupro.

Mayorga afirmava em uma ação civil apresentada em Las Vegas que o astro português a sodomizou à força em 13 de junho de 2009 em seu quarto de hotel, apesar de ter rejeitado as investidas e tentado se proteger com as mãos. Cristiano Ronaldo sempre negou as acusações.

Em janeiro, a polícia de Las Vegas solicitou às autoridades italianas uma mostra de DNA de Cristiano Ronaldo.

A Juventus anunciou em março que a pré-temporada da equipe para a próxima temporada acontecerá na Ásia, e não nos Estados Unidos como nos dois últimos anos.

Tags: Futebol
A+ A-